go!
Cadastro para Jornalistas
Nome:
Email:
Veículo:
Função:
Endereço:
Cidade: Estado: Cep:
Telefone:
Cadastro para Jornalistas


Solicitação de cadastro enviada com sucesso!
Em breve faremos contato.
A Companhia | Bailarinos
Aline Campos




Aline
Campos (1985)
Carioca, começou seus estudos em dança aos 11 anos, com Jorge Teixeira, no grupo Thalhe. Já dançou, entre outras companhias, no Ballet da Cidade de Niterói e na Companhia Nacional de Bailado, em Lisboa, Portugal, sob direçao de Memeth Balkan. Integrou, até 2008, a Companhia de Dança de Sao José dos Campos (SP). Em abril de 2008 entrou na SPCD, onde permaneceu até 2010. No ano de 2011 trabalhou em diversas óperas no Theatro Municipal de Sao Paulo e em musicais. Integrou o Projeto MOV_OLA, dança contemporânea, de Alex Soares. Em maio de 2012 voltou a integrar a SPCD.
Ammanda Rosa




Ammanda
Rosa (1990)
Nasceu em Sao Paulo e aos oito anos começou seus estudos em dança na Escola Municipal de Bailado. Em 2007, formou-se na Especial Academia de Balé em balé clássico de repertório e contemporâneo. Foi premiada em Joinville e Nova York (YAGP) e diplomada solista pela Royal Academy of Dance de Londres, em 2007. Pela SPCD foi solista de Serenade, de George Balanchine.
Ana Paula Camargo




Ana Paula
Camargo (1986)
Nasceu em Mogi das Cruzes e iniciou seus estudos em dança em 1996 na Escola Municipal de Bailado de Ourinhos, onde paralelamente aos estudos de balé clássico, teve contato com dança contemporânea, jazz, flamenco e danças folclóricas. A partir de 2002 passou a integrar o Balé Teatro Guaíra onde trabalhou com diversos coreógrafos. Integra a Sao Paulo Cia de Dança desde sua primeira formaçao em 2008. Pela Sao Paulo Companhia de Dança dançou Entreato, de Paulo Caldas, foi solista de Les Noces, de Bronislava Nijinska, Supernova, de Marco Goecke e demi-solista de Theme and Variations, de George Balanchine.
Ana Roberta Teixeira




Ana Roberta
Teixeira (1992)
Nasceu em Curitiba e iniciou seus estudos em balé clássico na Escola de Dança Teatro Guaíra (EDTG), no ano de 2001. Em 2007 ganhou uma bolsa para o Harid Conservatory pelo Youth America Grand Prix, nos Estados Unidos, onde formou-se em 2010. No ano seguinte estagiou na Columbia Classical Ballet, dirigida por Radenko Pavlovich, em Columbia. Foi premiada pelo Festival de Dança de Joinville na categoria solo clássico feminino, em 2007, e como melhor bailarina no 5? Festival Rio do Sul em Dança, em Rio do Sul, em 2012. Já trabalhou com importantes professores e coreógrafos como: Patrícia Otto, Cinthia Andrade, Rick McCullough, Simone Cuttino, Carla Heineck, Victoria Schneider, Olivier Pardina, Svetlana Osyeva, entre outros. Entrou para o elenco da SPCD em 2012.
Andressa Ribeiro




Andressa
Ribeiro (1986)
Mineira, iniciou seus estudos em dança em 1999 no Núcleo de Arte e Dança, sob direçao de Patrícia Lima, em Viçosa (MG). Ao longo do ano de 2005, foi aluna do Conservatório Brasileiro de Dança, dirigida por Jorge Texeira; Henrique Talmah Cia. de Dança, e da Companhia Brasileira de Ballet, no Rio de Janeiro. Seguiu para a Companhia de Dança de Sao José dos Campos e, posteriormente, ingressou no Balé da Cidade de Sao Paulo, no período de 2009 a 2013, sob direçao de Monica Mion, Lara Pinheiro e Iracity Cardoso. Por lá, dançou as obras Coisas que Te Ajudam a Viver, de Susana Yamauchi; T.A.T.O., de Jorge Garcia; A Sagraçao da Primavera, de Luís Arrieta, e outros.
Artemis Bastos




Artemis
Bastos (1983)
É paulistana e iniciou seus estudos em balé clássico aos seis anos, na Cadência Ballet, em Rio Claro, dando continuidade no Camilla Ballet, em São Paulo. De 2002 a 2004, integrou a Companhia Estável do Elenco Promodança, onde foi primeira bailarina sênior. Participou como convidada da Mostra de Danças Clássicas, do Centro Cultural de São Paulo (CCSP), em 2003 e 2006. Continuou sua profissionalização no Malosá Studio de Danças, onde trabalhou também como professora. Pela SPCD dançou Supernova, de Marco Goecke.
Beatriz Hack




Beatriz
Hack (1988)
É paulistana e começou seus estudos aos 10 anos com Paula Firetti, onde se formou em 2005. Se formou também pela Escola Municipal de Bailado, de São Paulo, em 2006. Participou do Internacional Ballet Competition, Mississipi, EUA em 2006, mesmo ano que integrou a Quadrela Cia. de Dança. Em 2007 foi convidada a integrar o Ballet Municipal de Asunción, no Paraguai, dirigido por Miguel Bonnin. Pela São Paulo Companhia de Dança, que integra desde 2008, foi demi-solista de Theme and Variations e Serenade, de George Balanchine. Atualmente atua também como assistente de ensaio da Companhia.
Carolina Pais




Carolina
Pais (1993)
Nascida na cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, Carolina escolheu Melbourne (Austrália) para estudar no Australian Ballet School, onde permaneceu até 2013. Em 2009, foi premiada no Festival de Dança de Joinville com o primeiro lugar pelo solo livre Vivace, e com o Grand Pas de Deux de La Fille Mal Gardée. No mesmo ano, recebeu o premio de melhor bailarina no Festival Passo de Arte Minas com o solo Éttudes, e com a variaçao de repertório Coppelia. Recebeu bolsa das companhias Australian Ballet School (2010-2011), Canada National Ballet School (2009), e l’Ecole Supérieure de Danse de Cannes Rosella Hightower (2009), pelo Prix de Lausanne.
Cintia Pimentel




Cintia
Pimentel (1984)
Nascida em São Paulo, formou-se em 2001 pela Escola Municipal de Bailados de São Paulo. Entre 2002 e 2009, integrou o corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro onde dançou importantes obras do repertório clássico, como O Lago dos Cisnes, O Quebra-Nozes, Giselle, Coppelia, La Fille Mal Gardée, Eugene Onegin, A Sétima Sinfonia de Beethoven e A Criação, de Uwe Sholtz. Em paralelo, participou dos espetáculos Quase Uma, Outro Lugar, Entrelinhas e Curvas, e B612, da companhia contemporânea Focus Cia. de Dança, do coreógrafo Alex Neoral. Em 2009, ingressou na Cia. de Dança Déborah Colker, onde permaneceu até 2011 e realizou turnês em países da Europa e Estados Unidos, com os espetáculos Cruel, 4x4 e Mix. Entre seus mestres, destaca-se Sasha Svetloff.
 Danyla Bezerra




Danyla
Bezerra (1989)
Nascida em Pindamonhangaba (SP), estudou na Escola de Dança do Teatro Guaíra, integrando a partir de 2006, o corpo de baile do Balé Teatro Guaíra (BTG), em Curitiba (PR). De lá, partiu para os Estados Unidos para estudar no Miami City Ballet School, onde permaneceu até 2009, quando recebeu bolsa para o programa de trainee na Boston Ballet School. Em 2010, integrou o elenco do Ballet Nacional do Canadá, dançando no corpo de baile obras como Romeu e Julieta, de Alexei Ratmansky; Theme and Variations, de George Balanchine; The Seagull, de John Neumeier, e outros. Integra a SPCD desde 2013.
Fernanda Verardo




Fernanda
Verardo (1994)
Carioca, começou a dançar profissionalmente na Escola de Dança Petite Danse, com direçao de Patrícia Salgado, e na Companhia Jovem Dançar Vida. Em 2012, fez aulas com Pedro Paulo Kraszczuk e Cecilia Kerche. No mesmo ano, ingressou na Companhia Brasileira de Ballet, dirigida por Jorge Texeira, onde dançou obras clássicas como Dom Quixote, O Quebra-Nozes e La Bayadere, de Marius Petipa; e Giselle, de Roland Petit.
Isabela-Maylart




Isabela
Maylart (1992)
Natural de Barra Bonita, interior de Sao Paulo, Isabela iniciou seus estudos em dança aos nove anos na Academia Primeiro Movimento. Em 2004, mudou-se para Sao Paulo para estudar no Pavilhao D Centro de Artes, sob a direçao de Ricardo Scheir. Pela escola, participou de diversos festivais, entre eles o Youth American Grand Prix, no qual ganhou bolsa para a John Cranko School, em Sttutgart, Alemanha, sob direçao artística de Tadeusz Matacz. Formada pela escola, voltou ao Brasil em 2011, quando participou da gala da 30? ediçao do Festival de Dança de Joinville.
Larissa Lins




Larissa
Lins (1993)
Natural do Rio de Janeiro graduou-se em balé clássico pelo Centro de Dança, no Rio de Janeiro, sob a direção de Marisa Estrella. Atuou em importantes companhias como Cia. Petite Danse, Cia. Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, e Companhia Sesi Minas de Belho Horizonte. Dançou grandes obras do balé, tais como Com Amor (Dalal Achcar), Masquerade (Tíndaro Silvano), Alors on Danse (Eric Frederic). Realizou estágio no Theatro Municipal do Rio de Janeiro nas obras, O Lago dos Cisnes, Romeu e Julieta (Gounod), e A Viúva Alegre (Franz Lehár). Participou do Youth American Grand Prix (EUA), e Prix de Lausanne (Suíça). Teve como mestres, Juan Pablo, Darlene Varella, Patrícia Salgado, Anna Elizabeth Alexandre e Maria Angélica Fiorani.
Letícia Martins




Letícia
Martins (1987)
É natural de Brasília (DF). Começou a dançar em 1997, na Academia Lúcia Toller, e deu continuidade aos estudos com a maitre Gisele Santoro. Em 2005, por meio do Seminário Internacional de Dança de Brasília, partiu para a Alemanha, onde estagiou na Companhia de Ballet do Theater Magdeburg. No ano seguinte, ingressou na Companhia de Ballet do Theater Nordhausen (Alemanha), onde permaneceu até 2010. Ainda na Alemanha integrou o elenco da Companhia de Ballet do Stadttheater Bremerhaven. Retornou ao Brasil em 2012.
Luiza Del Rio




Luiza
Del Rio (1992)
Nasceu em Sao Bernardo do Campo (SP). É formada em balé clássico pela Academia de Ballet Elisa de Sao Paulo e cursou a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil de 2006 a 2010. Já participou de importantes competiçoes de dança como Festival de Dança de Joinville, Internacional Ballet Competition e Youth America Grand Prix. Em 2011 ingressou na SPCD, onde já dançou Serenade e Theme and Variatons, de Geroge Balanchine e Gnawa, de Nacho Duato.
Luiza Lopes




Luiza
Lopes (1990)
Nasceu em Sao Paulo e formou-se pela Escola Municipal de Bailado. De 2003 a 2006 foi aluna do Núcleo de Dança Nice Leite – Ilara Lopes. Premiada em festivais e diplomada pela Royal Academy of Dance de Sao Paulo, obteve em 2006 bolsa para cursar a Royal Ballet School e a English National Ballet School, ambas em Londres, de onde voltou em 2008 para integrar a Sao Paulo Companhia de Dança, na qual foi solista das peças de George Balanchine: Serenade, Theme and Variatons e Tchaikovsky Pas de Deux, dançou o pas de deux de Gnawa, de Nacho Duato, e de Bachiana n?1, de Rodrigo Pederneiras, e Legend, de John Cranko.
Luiza Yuk




Luiza
Yuk (1989)
Natural de Pelotas (RS). Iniciou os estudos na Escola Dicléia F. de Souza. Em 2007 mudou-se para Joinville (SC) para estudar na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, formando-se na primeira turma da instituiçao e atuou como solista da Companhia Jovem Bolshoi Brasil, dirigida por Pavel Kazarian, durante quatro anos. Em 2009, participou de um workshop intensivo no Ballet do Teatro Bolshoi em Moscou (Rússia), sob a direçao de Alexei Ratmansky. No ano seguinte estagiou com a La La La Human Steps, em Montreal (Canadá), dirigida por Édouard Lock. Em 2011, esteve em Vancouver como bailarina da Companhia Coastal City Ballet, e em 2012, ingressou no Ballet Dortmund (Alemanha). Voltou ao Brasil para integrar o elenco da SPCD.
Mariana Carossa




Mariana
Carossa (1994)
Nascida em Sao Paulo, Mariana formou-se em balé clássico sob orientaçao de Mariana Ribeiro, pelo Stúdio Coreográfico Corpore Sano, em Santo André (SP). Além do balé clássico, estudou ginástica rítmica, jazz e sapateado americano. Em 2012, cursou o Summer Intensive Program, no Miami City Ballet School (EUA). No mesmo ano, foi aluna na renomada escola do Ballet Bolshoi (Moscou), durante o Moscow International Ballet Competition. Nos últimos tres anos, dançou grandes clássicos do balé como Dom Quixote, Giselle e O Quebra-Nozes.
Michele Molina




Michelle
Molina (1983)
É paulistana e iniciou aulas de dança aos cinco anos. Em 1996 ingressou na Escola Municipal de Bailado de São Paulo, onde se formou em 2001. Foi aluna de Tony Abbott, Miti Warangae, Aracy de Almeida, Ruth Rachou, Ibis Montoto, e Ruben Terranova. Integrou o Corpo de Baile do Esi Dancers e da Company Ballet, onde também foi professora e coreógrafa.
Morgana Capellari




Morgana
Cappellari (1990)
É curitibana e iniciou seus estudos em dança na Escola do Teatro Guaíra. Ao longo de sua trajetória recebeu bolsas de estudo para escolas como Ballet Nacional de Cuba, Boston Ballet, American Ballet Theatre e Harid Conservatory, onde se formou em 2008. Em 2005 recebeu o prêmio Rudolf Nureyev Foundation Award. Integra a São Paulo Companhia de Dança desde 2009. Pela SPCD foi demi-solista de Theme and Variations, e solista de Serenade, ambas de George Balanchine.
Olivia Pureza




Olivia
Pureza (1991)
Nascida em Otawa, no Canadá, Olívia mora no Brasil desde 1992. Começou seus estudos em dança em 2002, na escola Ballet Expressao. Passou pelo Ballet Divertsement, no Canadá; Pavilhao D Centro de Artes, Especial Academia de Ballet, Cisne Negro Cia. de Dança e Companhia Brasileira de Danças Clássicas, onde dançou como solista, no Brasil. Ao longo de sua carreira recebeu diversos premios, entre eles o de melhor bailarina no FestDance (2010), e 1? lugar no Festival de Dança de Joinville (2012) em diversas categorias.
Pamela Valim




Pamela
Valim (1992)
Nasceu em Sao Paulo, capital, e iniciou seus estudos em balé na Escola Municipal de Bailados e formou-se pelo Ballet Aracy de Almeida, sob direçao de Guivalde de Almeida. Em 2009 foi premiada como melhor bailarina da 27? ediçao do Festival de Dança de Joinville. No ano de 2010 foi selecionada na 10? ediçao do IBC – International Ballet Competition, onde interpretou o Grand Pas de Deux de O Pássaro Azul, e o ballet contemporâneo Cobarde, coreografia de Eduardo Menezes. Foi bailarina convidada da 30? ediçao do ENDA – Encontro Nacional de Dança, na Gala do Theatro Municipal de Sao Paulo. Trabalhou sob direçao de Ramon Reis, da Cia Les Ballet de Monte-Carlo, em Monaco, e em 2012, participou do espetáculo Voyage a Travers Les Notes, no Théâtre des Varietés. Estagiou na Academie de Danse Princess Grace, sob direçao de Luca Masala.
Renata Alencar




Renata
Alencar (1989)
Natural de Sao Paulo, iniciou os estudos em dança em 2000 na Fundaçao das Artes de Sao Caetano do Sul, em Sao Paulo, seguindo para a Escola de Ballet Ismael Guiser, onde aperfeiçoou sua técnica. Em 2006, viajou para países vizinhos onde fez carreira em companhias como Ballet Clássico e Moderno Municipal de Assunçao (Paraguai), dirigido por Miguel Bonin; Ballet da Província de Salta (Argentina), sob direçao de Leandro Regueiro; e, por último, para o Ballet Nacional del Sodre (Uruguai), dirigido por Julio Bocca, permanecendo até 2012. Destacou-se como solista em obras como In The Middle, Somewhat Elevated, de William Forsythe; A Sagraçao da Primavera, de Oscar Araiz; e O Lago dos Cisnes, de Marius Petipa (1818-1910), remontado por Raul Candal. Entre seus mestres, constam nomes como Toshie Kobayashi, Ismael Guiser Sasha Svetloff.
Renée Weinstrof




Renée
Weinstrof (1989)
Nascida em Sao Paulo, começou a dançar em 1992 no Ballet Paula Castro, seguido da Escola Municipal de Bailados de Sao Paulo, Núcleo de Dança Nice Leite – Ilara Lopes, Houston Ballet Academy, Houston Ballet II, e outros. Em 2010, ingressou na Sao Paulo Companhia de Dança sob direçao de Ines Bogéa e Iracity Cardoso. Posteriormente, seguiu para a Cisne Negro Cia. de Dança, dirigida por Hulda Bittencourt, e Ballet Stagium, sob direçao de Márika Gidali e Décio Otero. Entre seus mestres, destaque para Ilara Lopes, Décio Otero, Ben Huys, Richard Cragun, Sally Rojas, Alphonse Poulin, Jorge Pena, Svetlana Osiyeva, e outros.
Roberta Bussoni




Roberta
Bussoni (1985)
Nasceu no Recife. Formou-se em balé clássico pela escola de ballet Ismael Guiser e Yoko Okada. Em 2009, foi eleita a primeira bailarina do Centro Pró Danza, de Cuba. Já atuou no Grupo Only Broadway, Cia. Paulista de Teatro Musical e na montagem brasileira de O Fantasma da Ópera. Teve passagens pela Cisne Negro Cia. de Dança e em 2009 integrou o elenco do Ballet Stagium.
Thamiris Prata




Thamiris
Prata (1987)
Nasceu em Santos e iniciou seus estudos aos sete anos. Formou-se em balé clássico pela Escola de Bailados Municipal de Santos no ano de 2002. Em 2006 participou do espetáculo Quebra Nozes pela Cisne Negro Cia. de Danca. Ganhou medalha de ouro no Festival de Dança de Joinville em 2001 e participou do Youth America Grand Prix, em Nova York. Licenciou-se em Educaçao Física, em Santos, no ano de 2008. Pela Sao Paulo Companhia de Dança foi solista de Serenade e Tchaikovsky Pas de Deux, e demi-solista de Theme and Variations, todas peças de Balanchine.
Andre Grippi




Andre
Grippi (1990)
Nasceu em Campinas (SP) e iniciou seus estudos na Academia Ballet e Cia, em Campinas. Entre seus premios destacam-se uma medalha de prata no Passo de Arte (2009) e uma medalha de bronze no Festival do CBDD (2009). Entre 2009-2010 foi aluno bolsista da Escola Pacific Dance Arts, em Vancouver, Canadá, sob direçao artística de Li Yamin e entre 2010-2011 foi trainee na Joffrey Ballet Academy, em Chicago, Estados Unidos. Também integrou a Lamondance Works - Vancouver (2009). Entre seus professores destacam-se: Tânia Fortes, Vivien Fortes, Alexei Kremenev, Anna Renznik, Chartel Arthur, Graça Sales e Willy Shives. Integra a Sao Paulo Companhia de Dança desde janeiro de 2012.
Binho-Pacheco




Binho
Pacheco (1989)
Natural de Salvador iniciou seus estudos em dança aos 16 anos na Escola de Balé do Teatro Castro Alves (Ebateca). Em 2007, mudou-se para Sao Paulo para integrar o elenco da Especial Academia de Ballet. Logo após, ingressou na Companhia Brasileira de Ballet, no Rio de Janeiro, dirigida por Jorge Teixeira, onde atuou como bailarino e coreógrafo. Em 2012, retornou a Sao Paulo para integrar a Companhia Brasileira de Danças Clássicas, dirigida por Guivalde de Almeida.
Bruno Veloso




Bruno
Veloso (1985)
Nasceu em São Paulo. Iniciou a carreira na Escola de Ballet Sandra Amaral, no ano de 2003, e, em 2006, ingressou no Espaço de Danças e Artes Paulista. Entre 2003 e 2008, atuou como solista na Companhia Estável Promodança. Integra a São Paulo Companhia de Dança desde 2010, onde já atuou em diversas obras, em papeis variáveis, como por exemplo, solista de Gnawa, de Nacho Duato, e demi-solista de Theme And Variations, de George Balanchine.
Caue Frias




Cauê
Frias (1993)
Paulista, iniciou seus estudos em dança na Academia de Ballet Pássaro Azul. Estudou ainda na Escola Municipal de Bailados, Associação Atlética Banco do Brasil e Pavilhao D. Entre 2010 e 2012, dançou no New Zealand School of Dance (Nova Zelândia), onde recebeu o Certificado Nacional de Dança. Entre 2012 e 2013, dançou no Houston Ballet II (Texas, EUA); e em 2013, até o início de 2014, dançou como demi-solista no Czech National Theater (Praga, República Tcheca). Como solista, dançou importantes obras do balé, como La Bayadère, Clear e Long and Winding Road (Stanton Welch); Konservatoriet, de August Bournonville e Theme and Variations, de George Balanchine. Dançou grandes obras de importantes coreógrafos como O Quebra-Nozes e Dom Quixote, de Marius Petipa; Napoli, de August Bournonville; Suit em Blanc, de Serge Lifar; Evening Songs, de Jirí Kylián e outras. Recebeu Bolsa Integral para estudar no New Zealand School of Dance (2010-2012) e Houston Ballet Summer Intensive (2012). Recebeu a nota Distinction em todos os exames da Royal Academy of Dance (Londres, Inglaterra).
Daniel Reca




Daniel
Reca (1982)
Nasceu em Rosário (Argentina). Estudou na Escola de Ballet do Teatro Colón entre 2004 e 2005 e, posteriormente, na Escola de Dança Contemporânea do Teatro San Martin. Em 2007, integrou o elenco do Ballet Contemporâneo do Teatro San Martin, sob direçao de Maurício Wainrot. Em 2008, viajou para o Chile para dançar no Ballet de Santiago, sob direçao de Marcia Haydée, onde permaneceu até 2013. No Chile, dançou obras como Rite of Spring, de Glen Tetley; Romeo e Julieta, de John Cranko; Bolero de Ravel, de Maurice Bejart, e outras. Entre seus mestres destaca-se Mário Galizzi. Integra a SPCD desde 2013.
Diego de Paula




Diego
de Paula (1984)
Nasceu em Suzano e iniciou seus estudos em dança, em 1995, no Studio Márcia Belarmino, em Suzano, Sao Paulo. A partir de 2001 foi admitido na Akademie des Tanzes, dirigida por Birgit Keil, em Mannheim, Alemanha. Em 2003 foi contratado pela Badisches Staatstheater Karlsrule, também na Alemanha, onde foi promovido solista em 2006 e primeiro bailarino em 2008, cargo que ocupou até 2011. Já dançou coreografias e versoes de balés de Uwe Scholz, Jean-Christopher Maillot, Hans Van Manen, Mac Millian, Balanchine, Peter Wright, Ashton, e outros. Entrou para a Sao Paulo Companhia em 2011 onde já dançou Tchaikovsky Pas de Deux e foi solista de Theme and Variations, obras de George Balanchine, Supernova, de Marco Goecke, Gnawa, de Nacho Duato e solista de Ballet 101, de Eric Gauthier.
Emmanuel Vazquez




Emmanuel
Vazquez (1991)
Nasceu em Buenos Aires (Argentina), e iniciou seus estudos em balé aos 6 anos. Aos 9 anos, foi selecionado para estudar no Instituto Superior de Artes do Teatro Colón e graduou-se em 2009, com a maior pontuação técnica da escola. Como estudante do Teatro Colón, dançou importantes obras do balé como A Bela Adormecida, O Lago dos Cisnes, Dom Quixote, O Chapéu Armado, O Quebra-Nozes, Coppélia e Giselle. Em 2010, ingressou no corpo de baile do Ballet de Santiago do Chile, onde dançou O Mago, Paquita, Drácula, Romeu e Julieta e Éttudes. Em 2012, recebeu medalha de bronze no Concurso Cape Town International Ballet (África do Sul) e em 2013, foi promovido a solista do Ballet de Santiago do Chile.
Everson Botelho




Everson
Botelho (Beka) (1978)
Nascido em São Paulo, iniciou seus estudos em dança aos 14 anos na Especial Academia de Ballet. Ao longo de seu período de formação recebeu premiações nos principais festivais de dança no Brasil e exterior como Passo de Arte em Santo André (São Paulo), Festival de Dança do Triângulo em Uberlândia e Sesi Capézio em Belo Horizonte (Minas Gerais), CBDD - Conselho Brasileiro De Dança (Rio de Janeiro), ENDA - Encontro Nacional De Dança (São Paulo), Seminário Internacional de Dança de Brasília (Distrito Federal), Festival de Dança de Joinville (Santa Catarina), onde foi indicado ao prêmio do Ministério da Cultura - Troféu Mambembe de Dança na categoria de Melhor Bailarino. Entre as competições internacionais destacam-se Concurso Internacional de Estudiantes de Ballet en La Havana (Cuba), Certame Internacional de Dança de Buenos Aires (Argentina), Prix de Lausanne (Suíça), entre outras. Teve como mestres balé Aracy de Almeida, Tony Abbott, Toshie Kobayashi, Manoel Francisco, e outros. Entre seus mestres internacionais destacam-se os cubanos Isaura Guzman, Niurka Naranjo, Ramona de Saá, Ofélia Gonzalez, Pablo Moret, Laura Alonso, Ivan Monreal, Reynaldo Muniz, Mercedes Beltran, Lazaro Carreño; os argentinos Ismael Guiser, Bettina Bellomo, Gustavo Malajoli, e os russos Serguei Alexandrov, Boris Storojkov e Iouzef Raoukout. Entre 1997 e 1999 dançou na Companhia de Dança do Palácio das Artes em Belo Horizonte (Minas Gerais). Entre 1999 e 2011 integrou o Grupo Corpo Companhia de Dança de Belo Horizonte (Minas Gerais), sob direção de Paulo Perdeneiras, realizando turnê em mais de 26 países
Flávio Everton




Flávio
Everton (1989)
Paulista, formou-se pelo Pavilhao D Centro de Artes, sob a direçao de Ricardo Scheir. Em 2006, também sob a direçao de Scheir, dançou pela Companhia de Dança de Sao José dos Campos, onde permaneceu durante dois anos. Em 2008, integrou o elenco da Sao Paulo Companhia de Dança. Pela SPCD, dançou Polígono, de Aléssio Silvestrin; Les Noces, de Bronislava Nijinska (1891-1972); Gnawa, de Nacho Duato e outros. Mudou-se para Campos dos Goytacazes, em 2012, para integrar o corpo de baile do Teatro Trianon e em 2013 retornou ao elenco da SPCD.
Geivison-Moreira




Geivison
Moreira (1992)
Nasceu em Valinhos, onde iniciou os estudos no Curso de Ballet Clássico da Casa da Cultura Vicente Musselli. Em 2003, participou do Cuballet, onde foi solista de solista de obras como O Corsário, Dom Quixote e O Lago dos Cisnes, todos de Marius Petipa (1818-1910). Em 2007 foi aprovado na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, em Joinville. Recebeu diversos premios ao longo de sua carreira, entre eles o 1? lugar no XIV New Fest Dance de Campos do Jordao (2010) e no 15? Festival Nacional Dança Ribeirao (2012).
Glauber Vaz




Glauber
Vaz (1983)
Nascido no interior da cidade de Sao Paulo, graduou-se em balé clássico pela Especial Academia de Ballet, sob direçao de Guivalde Almeida e Jorge Pena. Teve como mestres Ilara Lopes, Ana Maria Campos, Marc de Graef e Ismael Guiser. Integrou o corpo de baile de importantes companhias, como Cisne Negro Cia. de Dança, Cia. de Dança de Sao José dos Campos, Cia. Brasileira de Danças Clássicas e Sesc Cia. de Dança. Trabalhou com Henrique Rodovalho, diretor e coreógrafo da Quasar Cia. De Dança, e Ramon Reis, coreógrafo residente em Monte Carlo. Dançou grandes obras do balé clássico, como La Esmeralda, O Quebra-Nozes, Coppelia, Giselle, A Bela Adormecida, Raymonda e Le Millions d'Arlequins.
Igor Silva




Igor
Silva (1991)
Natural de Uberlândia, Minas Gerais, é bailarino profissional graduado pela Escola do Teatro Bolshoi, no Brasil. Entre 2007 e 2012, dançou grandes obras do balé clássico, tais como O Quebra-Nozes, Giselle e Dom Quixote, remontadas pelo mestre russo Vladimir Vasiliev. Como solista, dançou obras como Chamas de Paris, O Corsário, La Fille Mal Gardée, Diana e Acteon, Noite de Walpurgia, O Quebra-Nozes, O Lago dos Cisnes, A Bela Adormecida, Coppelia e La Esmeralda. Em 2013, dançou como solista na Cia. Sesc de Dança, em Minas Gerais.
Joca Antunes




Joca
Antunes (1985)
Nasceu no Rio de Janeiro e começou a estudar balé aos 13 anos, no Grupo Cultural de Dança – Ilha, prosseguindo depois na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa. Formou-se na London Studio Centre, dançou no Ballet Jovem do Rio de Janeiro, na DeAnima Ballet Contemporâneo, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, na Companhia de Dança de Sao José dos Campos e na K-Ballet Company, em Tóquio, Japao. Pela SPCD já dançou Entreato, de Paulo Caldas, Supernova, de Marco Goecke, o pas de deux de Bachina n?1, de Rodrigo Pederneiras, e foi solista em Les Noces, de Bronislava Nijinska e Serenade, de George Balanchine.
Jonas Moraes




Jonas
Moraes (1988)
Paranaense, iniciou seus estudos em dança aos 15 anos e graduou-se em 2008 pelo Centro de Danças Mavi Chiachietto, onde acumulou as atividades de bailarino, professor e coreógrafo. Aperfeiçoou sua técnica nas escolas Ballet Paula Firetti, Academia de Ballet Adriana Assaf e Especial Academia de Ballet. No Cisne Negro Cia de Dança, dançou a temporada do balé O Quebra-Nozes durante tres anos. Destacou-se nos cursos de férias da Promodança e no Curso Russo, como solista no II ato da obra A Bela Adormecida e no balé Dom Quixote, respectivamente. Como solista, dançou importantes obras, tais como Coppelia, Cinderela, Giselle, La Vivandiere, e outras. Teve como mestres Jorge Pena, Toshie Kobayachi, Boris Storojkov, Irina Sozonova, Liudmila Polonskaya, Yoko Okada, Neide Rossi, Eduardo Bonnis, Jair Moraes, e outros.
Leony-Boni




Leony
Boni (1990)
Nascido em Salto, interior de Sao Paulo, iniciou seus estudos em balé clássico e contemporâneo em 2003. De 2005 a 2012, integrou o elenco da Faces Ocultas Companhia de Dança, sob direçao de Arilton Assunçao. Integrou o elenco da Companhia Brasileira de Danças Clássicas, sob direçao de Guivalde Almeida; e da Companhia Independente, de Edson Santos. Participou de projetos de intercâmbio em dança. Em 2010, dançou no Festival Internacional de Dança de Macau, na China. Em 2011, foi premiado como melhor bailarino no Passo de Arte de Belo Horizonte.
Lucas Axel




Lucas
Axel (1993)
Em Valinhos (SP), sua cidade natal, cursou e formou-se em jazz no Centro Cultural Vicente Musseli entre 2001 e 2009. Em 2010, mudou-se para Joinville (SC) estudar na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, no Núcleo de Dança Contemporânea. No ano seguinte, foi convidado a compor o elenco da Companhia Jovem Bolshoi Brasil, na qual atuou como bailarino desenvolvendo também trabalhos como coreógrafo (Over my Eyes e Conflicts) premiados com medalha de ouro no Festival Internacional de Dança em Istambul (Turquia).
Lucas Valente




Lucas
Valente (1990)
É baiano. Iniciou seus estudos em dança em 2007. Passou por diversas escolas de balé em São Paulo, e por companhias independentes. Estudou no Centro Pro-Danza, em Cuba, e atuou no Ballet Laura Alonso. Teve uma breve passagem pela Cisne Negro Cia. de Dança. Participou da Bienal de Veneza, onde entrou em contato com bailarinos e ensaiadores de companhias de importantes nomes da dança como William Forsythe e Wim Vandekeybus, de companhias como a Companhia Rosas, na Bélgica, e o Stuttgart Ballet, na Alemanha.
Lúcio Kalbusch




Lúcio
Kalbusch (1990)
Natural de Joinville (SC). Começou a estudar balé clássico em 2004, na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Em 2007, ingressou no Conservatório Brasileiro de Dança e na Companhia Brasileira de Ballet, no Rio de Janeiro, sob a direçao de Jorge Texeira, atuando em montagens clássicas e contemporâneas. Apresentou-se no Mônaco Dance Fórum, em Monte Carlo. Em 2010, ingressou o corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Em 2012 se tornou primeiro solista. Integra o elenco da SPCD desde 2013.
Nielson Souza




Nielson
Souza (1990)
É baiano e começou a dançar em 2000. Seu primeiro contato com o balé clássico foi aos 13 anos, em Salvador, onde também integrou o Balé Jovem, companhia de dança contemporânea dirigida por Matias Santiago. Em 2006 ingressou na Escola de Ballet do Teatro Bolshoi no Brasil. Teve como principais professores: Amarildo Cassiano, Ana Sampaio, Jair Moraes, Denis Nevidomyy e Nicolay Akchurin. Ingressou na SPCD no ano de 2010, onde já dançou Theme and Variations, de George Balanchine, Gnawa, de Nacho Duato, Supernova, de Marco Goecke e Bachiana nº1, de Rodrigo Pederneiras.
Rafael Gomes




Rafael
Gomes (1986)
É carioca e iniciou seus estudos em dança aos 13 anos no Centro de Dança Rio, onde se formou em 2002. Fez parte do elenco da Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro e no ano seguinte, passou a integrar a Cia. de Dança Deborah Colker, na qual permaneceu até 2008. Se apresentou em diversos países como Alemanha, Japão, Estados Unidos, Inglaterra.
Raphael Panta




Raphael
Panta (1984)
Nasceu em Sao Paulo, mas iniciou seus estudos da dança em Londrina, na Escola Municipal de Dança. Mais tarde aperfeiçoou-se na cidade de Ourinhos, na Escola Municipal de Bailado, e voltou a Sao Paulo para integrara a Cisne Negro Cia. de Dança. Pela Sao Paulo Companhia de Dança foi demi-solista de Theme and Variations. Na SPCD foi solista de Serenade, de George Balanchine.
Rodolfo Saraiva




Rodolfo
Saraiva (1986)
Nasceu no Rio de Janeiro e começou sua formaçao aos nove anos na Rhitmus Centro de Artes e Movimento. Já atuou na Laso Cia. de Dança, de Carlos Laerte, no Centro Prodanza de Laura Alonso, em Havana, Cuba e nas companhias do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e do Teatro Municipal de Niterói. Pela Sao Paulo Companhia de Dança foi demi-solista de Theme and Variations.
Ruan Martins




Ruan
Martins (1990)
Natural de Sao Paulo, iniciou seus estudos em balé clássico em 2006, na escola Ballet Quartier Latin, sob direçao de Marisa Ballarini. Entre 2009 e 2012, aperfeiçoou sua técnica nos cursos do Cuballet, e Summer class Ballet Adriana Assaf, onde permanaceu até 2012. Como primeiro bailarino, dançou as obras O Quebra-Nozes e Coppelia, em 2006 e 2008, respectivamente. Em 2013, passou a integrar o corpo de baile do Ballet Nacional Del Sodre, sob direçao de Julio Bocca. Lá, dançou importantes obras de grandes coreógrafos como La Sylphide (Auguste Bournonville), Sinfonietta (Jirí Kylián), In The Middle, Somewhat Elevated (William Forsythe), La Consagración de la Primavera (Oscar Araiz), Without Words (Nacho Duato), e Hamlet Russo (Boris Eifman).
Tendo Pereira




Tendo
Pereira (1986)
Carioca, iniciou seus estudos em dança aos 16 anos, no Centro de Dança Rio, no Rio de Janeiro. Entre 2003 e 2005, integrou o Ballet Jovem do Rio de Janeiro e em 2006, mudou-se para Venezuela para dançar no Ballet Contemporâneo de Caracas. Entre 2007 e 2009, dançou em importantes companhias da América Latina, tais como o Ballet de la Província de Salta e Ballet Contemporâneo de Caracas. Fez aulas com Pyotr Russanov, ex-primeiro bailarino do Mariinsky Theatre e professor da Vaganova Ballet Academy e integrou por 4 anos o corpo de baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Dançou grandes obras do balé como Eugene Onegin, O Lago dos Cisnes, O Quebra-Nozes, Romeu e Julieta, Carmen e A Sagração da Primavera (Nijinski). Desempenhou o papel de solista em importantes obras como Raymonda, Romeu e Julieta, Giselle, Napoli, Diana e Acteon, Dom Quixote, e ainda La Bayadère e Carmina Burana, de Maurício de Wainrot.
Vinícius Vieira




Vinícius
Vieira (1992)
Natural de Joinville (SC). Estudou de 2003 a 2011 na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Em 2012, foi contratado pela Companhia Jovem Bolshoi Brasil, sob a direçao de Pavel Kazarian, onde atuou como bailarino em obras de repertório e criaçoes, como Jurei Pro Amor Um Dia Te Encontrar, de Jomar Mesquita; Giselle, de Vladmir Vasiliev; e Raymonda. Foi convidado a atuar como o príncipe Desirée no balé A Bela Adormecida, de Petipa, no Teatro Municipal de Lima, Peru. É bailarino da Sao Paulo Companhia de Dança desde 2013.
Yoshi Suzuki




Yoshi
Suzuki (1989)
Nasceu em Ribeirao Preto e iniciou seus estudos em dança no Colégio Larcordaire Sant´Anna com sapateado e jazz. Em 2005 começou seus estudos em balé clássico no Studium Carla Petroni, com Ricardo Camargo, onde se formou como técnico em dança. Em 2007 integrou a Cia. de Dança de Sao José dos Campos e foi aluno do Pavilhao D, sob Direçao de Ricardo Scheir. Neste mesmo ano ganhou o título de Melhor Bailarino do Festival de Danças de Joinville. Integrou a Companhia Brasileira de Ballet, dirigida por Jorge Teixeira em 2008, mesmo ano que entrou para a SPCD. Pela Companhia foi solista de Les Noces, de Bronislava Nijinska.
Rua Três Rios 363 | 1º andar| Bom Retiro
São Paulo | SP | CEP 01123-001
Tel: +55 11 3224-1380

Website desenvolvido por VAD