Secretaria da Cultura

go!
Cadastro para Jornalistas
Nome:
Email:
Veículo:
Função:
Endereço:
Cidade: Estado: Cep:
Telefone:
Cadastro para Jornalistas


Solicitação de cadastro enviada com sucesso!
Em breve faremos contato.
Memória | Canteiro de Obras
Registrar sua trajetória e potencializar a reflexão sobre os processos de criação e de produção em dança no país. Este é o objetivo de Canteiro de Obras

As produções, os projetos educativos e de memória, as apresentações e os depoimentos de pessoas envolvidas com as ações da Companhia foram registradas ao longo dos anos de 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014 pela diretora do projeto Inês Bogéa. "Por meio do documentário os espectadores passam a conhecer os bastidores da produção da Companhia, as formas de trabalho, de atuação, os processos e os resultados das nossas produções. E aquilo que conhecemos intimamente pode ser apreciado de outra forma. Os espectadores também podem partilhar conosco parte das dificuldades e dos prazeres de se trabalhar para e com a dança", fala Inês. A série Canteiro de Obras não é comercializada. Ela é distribuída para instituições educativas e culturais, principalmente as que contam com biblioteca pública, além de universidades e ONGs. educativo@spcd.com.br.
Canteiro de Obras 2008
Canteiro
de Obras
2014
No início de 2014, os integrantes da São Paulo Companhia de Dança (SPCD) receberam um desafio em forma de presente: um pequeno caderno em branco. Nele, diretora, bailarinos, coreógrafos, técnicos e outros funcionários da São Paulo tentaram traduzir em palavras suas experiências. Memórias, expectativas, tarefas, dificuldades, conquistas… Essas notas constituem o fio condutor deste filme, que aborda, de maneira intimista, poética e dinâmica, diversas facetas dessa Companhia múltipla. Acompanhando, de um lado, a montagem de um clássico do séc. XIX – La Sylphide, de Mario Galizzi – e de outro, o processo de criação de uma coreografia contemporânea – The Seasons, de Édouard Lock –, convidamos você a mergulhar no cotidiano intenso da SPCD e descobrir as diversas etapas e pessoas envolvidas neste constante processo criativo. Canteiro de Obras 2014 é um filme de Rica Saito.
Canteiro de Obras 2008
Canteiro
de Obras
2013
Canteiro de Obras 2013 é um filme de Kiko Goifman e Jurandir Muller que aborda sob várias perspectivas o ano da São Paulo Companhia de Dança permeado por três grandes temas – amor, vida e morte – em obras como Romeu e Julieta (2013), de Giovanni di Palma; Petite Mort (1991), de Jirí Kylián; Por Vos Muero (1991), de Nacho Duato; e Peekaboo (2013), de Marco Goecke. No filme você também poderá ver trechos de outras coreografias do repertório da Companhia.
Canteiro de Obras 2009
Canteiro
de Obras
2012
Canteiro de Obras 2012 é um filme de Evaldo Mocarzel intitulado Ensaio Sobre o Movimento e revela de diferentes ângulos os bastidores da São Paulo Companhia de Dança. No filme são mostrados trechos das seguintes obras do repertório da SPCD: Dois a Dois [Grand Pas de Deux de O Quebra Nozes (1892) e Grand Pas de Deux de Dom Quixote (1869)], de Marius Petipa e Lev Ivanov; In the Middle, Somewhat Elevated (1987), de William Forsythe; Ballet 101 (2006), de Eric Gauthier; Supernova (2005), de Marco Goecke e Bachiana n°1 (2012), uma criação de Rodrigo Pederneiras.

Canteiro de Obras 2008
Canteiro
de Obras
2010

Canteiro de Obras 2010 mostra de diferentes ângulos os bastidores de Os Duplos (2010), uma criação de Maurício de Oliveira, com música de André Abujamra e figurinos de Jum Nakao, além de três obras consagradas do repertório internacional do século XX: Theme and Variations (1947), de George Balanchine; Sechs Tänze (1986), de Jirí Kylián e Prélude à L´Aprés-Midi d´un Faune (1994), de Marie Chouinard, além de depoimentos de bailarinos da SPCD, direção artística e o registro dos bastidores das produções da Companhia neste ano. Este documentário tem direção de Inês Bogéa e Moira Toledo.

Canteiro de Obras 2009
Canteiro
de Obras
2009
Canteiro de Obras 2009 apresenta ao espectador as cinco novas produções da São Paulo Companhia de Dança daquele ano: Ballo, de Ricardo Scheir; Gnawa, de Nacho Duato; Passanoite, de Daniela Cardin, Tchaikovsky Pas De Deux, de George Balanchine e Polígono Revisitado, de Alessio Silvestrin, além de revelar projetos como o Corpo a Corpo com o Professor, Corpo a Corpo com Estudantes e Figuras da Dança. O vídeo tem direção de Inês Bogéa e Sergio Roizemblit.

Canteiro de Obras 2008
Canteiro
de Obras
2008
Canteiro de Obras 2008 é dividido em três documentários. Primeiros Passos da São Paulo Companhia de Dança mostra o surgimento da Companhia e seu lançamento em 28 de janeiro; Construindo Polígono – A estreia da Companhia revela os bastidores da primeira criação Polígono, assinada por Alessio Silvestrin e o terceiro documentário Do Século XX ao XXI – Construindo Les Noces, Entreato e Serenade apresenta ao espectador três peças representativas de momentos-chave da história da dança: Les Noces, de Bronislava Nijinska (1891-1972); Serenade, de George Balanchine (1904-1983), além de uma criação inédita do brasileiro Paulo Caldas, Entreato. Este documentário foi dirigido por Inês Bogéa e Antonio Carlos Rebesco (Pipoca).
Rua Três Rios 363 | 1º andar| Bom Retiro
São Paulo | SP | CEP 01123-001
Tel: +55 11 3224-1380

Website desenvolvido por VAD