Companhia de Dança da Cidade

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Ano: 2003
  • Responsável: Marise Reis
  • Responsável cargo: Diretor artístico
  • Endereco: Av. Epitácio Pessoa, 1.664
  • Bairro: Ipanema

Conteúdo

Criada em 2003 por Roberto Pereira (1965-2009), então coordenador do curso de graduação em Dança da Universidade da Cidade do Rio de Janeiro (UniverCidade), a Companhia de Dança da Cidade surgiu como um projeto de extensão universitária com uma proposta inédita: basear seu repertório na pesquisa e remontagem de obras coreográficas dança moderna e contemporânea brasileiras.

O grupo conta com oito alunos da instituição como bailarinos, selecionados por audição, que recebem bolsas de estudos. Além apresentar espetáculos, eles também se dividem para ministrar oficinas de balé clássico e dança contemporânea gratuitas para a comunidade.

Desde a sua fundação, a companhia tem como diretora artística Marise Reis, que foi por 15 anos bailarina do Ateliê de Coreografia, dirigido pelo bailarino e coreógrafo João Saldanha.

Entre 2005 e 2012, o grupo excursionou por diversas cidades brasileiras, inclusive no Theatro Municipal do Rio de Janeiro em 2007, 2008 e 2009 - ano de sua primeira incursão internacional, por meio da qual dançou dois programas no festival BrasilMoveBerlim, na Alemanha.

Em 2010, participou do Festival Panorama de Dança e do projeto Entrando na Dança, apresentando-se em teatros da Zona Norte e Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Em 2011, com recursos conquistados por meio do Prêmio Klauss Vianna, a Companhia de Dança da Cidade editou seu primeiro DVD, batizado de “Memória em Movimento”, com o registro audiovisual de seis obras de seu repertório. Com tiragem de 500 cópias, o disco não foi comercializado, tendo sido distribuído para instituições de ensino de dança.

Ao longo dos últimos dez anos, o conjunto foi responsável pela remontagem de 15 importantes coreógrafos nacionais: Ana Vitória, Ana Mondini, Arnaldo Alvarenga, Carlota Portella, Graciela Figueroa, Jair Moraes, João Saldanha, Lia Rodrigues, Lourdes Bastos, Lydia Del Picchia, Nina Verchinina, Paulo Caldas, Regina Sauer, Renata Melo e Sônia Mota.

O descredenciamento da UniverCidade pelo Ministérico da Educação no início de 2014 provocou a paralisação temporária da Companhia, que estuda sua transferência para outra instituição de ensino.

Trabalhos

Remontagens do espetáculo “Repertório Carioca nº 1” (2004):

- “Suíte Barroca”, de Nina Verchinina (1973)
- “Catar”, de Lia Rodrigues e João Saldanha (1987)
- “Dança de 3”, de João Saldanha (1994)
- “Valises”, de Ana Vitória Freire (1996)

Remontagens do espetáculo “Repertório 2” (2005)

- “45 Movimentos, Haydn” (1976) e “3 minutos com a realidade” (1980), de Graciela Figueroa
- “Ostinato”, de Paulo Caldas (1993-1996)
- “Fuga, Quasi Libera”, de Sônia Mota (1985)
- “Boxe”, de Renata Melo (1985)
- “Minha América” (dois extratos), de Carlota Portella (1985)

Em 2005, o grupo também estreou o espetáculo “Danças de Isadora”, desenvolvido em parceria com Marília de Andrade, no qual foram apresentadas remontagens de obras da coreógrafa norte-americana Isadora Duncan (1877-1927).
- “Valsa brilhante”
- “A morte e a donzela”
- “Valsa Minuto”
- “Mãe*”
- “Estudo revolucionário*”
- “Valsas de Brahms”

Remontagens do espetáculo “Danças de Repertório” (2007):
- “Serenata do adeus”, de Arnaldo Alvarenga e Lydia Del Picchia (1985)
- “Busca, Opus 39”, de Sônia Mota (1985)
- “Valsa Volúpia”, de Ana Maria Mondini (1988)
- “Sentinela”, de Regina Sauer (1983)
- “Dueto de Raízes”, de Jair Moraes (1983)
- “Minha América” (dois extratos), de Carlota Portella (1985)
- “Boxe”, de Renata Melo (1985)
- “Suíte Barroca”, de Nina Verchinina (1973)
- “3 minutos com a realidade” (1980), de Graciela Figueroa

Outras remontagens do grupo (2007):
- “Minha Vida” (1981) e “Concert in F” (1982), de Lourdes Bastos
X