Frank Tavantti

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País: Brasil
  • UF: SP
  • Cidade: Potirendaba
  • Atividade: Coreógrafo
  • Atividade: diretor
  • Data de nascimento: 17/05/1984

Conteúdo

Frank Tavantti é formado em Educação Física pelo Centro Universitário de Rio Preto, Artes Cênicas pelo TUCA (PUC-SP), Canto pelo Conservatório de Música de São José do Rio Preto e em Dança pelo Balé da cidade de Rio Preto.

Iniciou seus estudos no ano de 1995, pelo Balé da Cidade de Rio Preto onde permaneceu até o ano de 2001. Em 2001, fez parte do corpo de baile da TK Cia de Dança/Teatro (Catanduva/SP) e em 2002, foi convidado para compor o elenco da Cia. Virtual de Rio Preto, concretizando sua busca e pesquisa em dança.

No ano seguinte, funda a KD Cia de Dança, fruto do trabalho social desenvolvido em parceria com a prefeitura de Potirendaba, buscando a profissionalização e o estudo das técnicas com jovens de baixa renda.

Em 2003, integrou a Escola de Teatro Ewerton de Castro em São Paulo (SP), impulsionando a sua carreira como ator e bailarino. Participou de grandes trabalhos como Hoje é dia de Rock" de José Vicente, "Piquenique no Front" de Fernando Arrabal, "Ê ou não é um animal" (obra inspirada no conto de Murilo Rubião), musicais "O Primo Basílio" (obra de Eça de Queiroz) e "O Pequeno Príncipe" (obra de Antoine de Saint Exupéry).

Em 2008, iniciou o curso de especialização da Escola de Atores do TUCA – PUC São Paulo e o elenco da Escola de TV e Cinema Marcus Vinicius, participando de vários curtas-metragens e um projeto de longa metragem.

No ano de 2009, foi convidado e estudou com a Cia de Dança Deborah Colker (Rio de Janeiro/SP), local que fez aulas com Déborah Colker e os profissionais do Centro de Artes.

No ano de 2010, foi contratado pela Prefeitura de São Paulo para ministrar atividades como Artista-Orientador de Dança-Teatro no Programa Vocacional, no Teatro João Caetano. Também em 2010, foi convidado pela Cia O Grito para fazer o trabalho de preparação corporal dos atores e também integrar o elenco da companhia como ator na peça "Tirando um som da garagem", com patrocínio da fundação Nestlé.

Em 2011, contemplado pela University of Miami, viajou para Miami para participar de um curso de dança/teatro. Em 2012, foi selecionado pela Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo pelo edital de Circulação de Espetáculos de Dança PROAC com o Projeto “Vende-se um par de asas...” , circulando por 12 municípios do interior paulista, onde ministrou oficinas gratuitas de dança para um total de 500 participantes.

Ainda em 2012, foi convidado especial da Quasar Cia de Dança onde atuou com um solo no espetáculo “No Singular” e participou do curta metragem “Eu só vim telefonar” como ator principal pela PUC-SP.

No ano de 2013, trabalhou no Programa Vocacional como Artista Orientador de Dança no Centro Cultural da Penha e integrou a grade de professores do projeto pioneiro em Teatro Musical do SESI – SP como instrutor em Dança das Oficinas de Vivência.

Neste mesmo ano, foi convidado pelo Governo Federal a expôr seu trabalho na VI Bienal de Jovens de Países de Língua Portuguesa da CPLP, selecionado para representar o Brasil na área de dança."

Links




Por Flávia Borsani 366

Trabalhos

Vende-se um par de asas, "Absinto-me", "Por outro lado", "Eu, ocê, tudo nóis" com KD Cia de Dança
"Tempo", "Deserto de Ilusões", "Encontros e Desencontros" com TF Style Cia de Dança"
X