Dança em Rede

Renata Melo

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: SP
  • Cidade de origem: Ribeirão Preto
  • Atividade: atriz
  • Atividade: Bailarina
  • Atividade: Coreógrafa
  • Atividade: Diretora
  • Data de nascimento: 25/06/1956

Histórico

Renata Melo tem sua formação em dança baseada em cursos e workshops no Brasil,França, Holanda e Estados Unidos com nomes expressivos da dança clássica. Em 1982, criou o Grupo de Dança Marzipan, para o qual coreografou cerca de 20 peças, incluídas em 10 espetáculos, até 1990, quando ele se desfez.

Em 1987, o Marzipan recebeu o prêmio de melhor grupo de dança pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) e, em 1988, participou do Carlton Dance Festival, realizado em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Em 1989, foi integrante da companhia holandesa Dans Theatre Nan Romjin, com a qual excursionou pela Holanda com o espetáculo Bloesen en Bloed".

Em 1990, Renata assumiu o Núcleo Oswaldiano das Oficinas Culturais Oswald de Andrade criando, sobre a obra do escritor, o espetáculo "Fui, Vim, Voltei".

Em 1991, recebeu uma bolsa da Rockefeller Foundation para participar do American Dance Festival. Ainda nesse ano, criou e atuou em "Slices of Life", que lhe rendeu o prêmio de melhor intérprete pela APCA. Em 1993, foi mais uma vez agraciada pela instituição com o prêmio de melhor roteiro pelo solo "Receba as Flores".

Após ser premiada com uma bolsa da Fundação Vitae, criou "Bonita Lampião", em 1994, com o qual excursionou por inúmeros festivais no Brasil e no exterior e pelo qual conquistou os prêmios Mambembe, APCA, Shell e Moliè re.

Em 1997, dirigiu "Boteco" para a Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD/USP). Em 1998, estreou "Domésticas", eleito pelo Prêmio Mambembe como um dos 10 melhores espetáculos do ano. Em 2000, coroteirizou a adaptação do texto da peça para longa-metragem, que teve direção de Fernando Meirelles e Nando Olival.

Seguiu-se então um período fértil nos palcos. Em 2001, dirigiu e atuou em "Passatempo". Em 2002 dirigiu "Turistas e Refugiados". Em 2003, atuou no monólogo "A Caixa", dirigido por Bete Coelho.
Em 2006 dirigiu "QuemNunca" para o Núcleo Experimental do SESI. Em 2007, dirigiu "Simpatia", de José Rubens Siqueira. Em 2009, dirigiu "O Animal na Sala" para a Cia. Linhas Aéreas.

Em seu currículo figuram ainda direção de movimento para óperas como "Rigoletto" (2011), "Violanta" (2012) e "Tragédia Florentina" (2012), dirigidas por Felipe Hirsch para o Theatro Municipal de São Paulo, feitura de coreografias para a cerimônia de entrega da bandeira nas Paralimpíadas de Londres 2012 sob direção de Daniela Thomas e Cao Hamburguer e a codireção, ao lado de Hirsch. da série "A Menina Sem Qualidades" (2013), exibida pela MTV.

Realizou ainda preparação corporal para espetáculos de Beth Lopes, Francisco Medeiros, Oswaldo Gabrieli, Aderbal Freire Filho, Mauro Mendonça Filho, Regina Galdino, Jô Soares, Emilio di Biasi, Monique Gardenberg e Felipe Hirsh. Também atuou na curadoria dos festivais Panorama SESI de Dança e Cultura Inglesa, além de cuidar da programação do evento Teatros dos CEUS.

Deu aulas de corpo na Faculdade de Dança da Unicamp, Escola de Teatro Celia Helena, EAD-USP e atualmente ministra workshops. "

Videografia

Trecho de "Bonita Lampião" (1994)

(por Amanda Queirós | Pesquisa SPCD)"

Trabalhos

Fui, Vim, Voltei (1990)

"O Cobrador" (1990)

"Slices of Life" (1991)

"Receba as Flores" (1992)

"Bonita Lampião" (1994)

"Violeta Vita" (1995)

"Boteco" (1997)

"À Margem da Vida" (1998)

"Domésticas" (1998)

"Passatempo" (2001)

"QuemNunca" (2006)

"Simpatia" (2007)

"O Animal na Sala" (2009)"
X