Dança em Rede

Bienal Internacional de Dança do Ceará

  • Categoria: Festivais
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: CE
  • Cidade de origem: Fortaleza
  • Ano de criação: 1997
  • Direção: David Linhares
  • Ocorrência: outubro
  • Voltado à: , Cia. Vidança, Cia. Vatá, Vanilton Lakka, Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira.
    Apresentação: Fortalendo a intenção de democratizar o acesso à dança, o evento promoveu 39 ações gratuitas, compreendendo: quatorze apresentações de oito espetáculos e a exibição de quinze vídeos e documentários dentro da Mostra Vídeo-Dança/CE

Histórico

Com 16 anos de existência e nove edições realizadas, a Bienal Internacional de Dança do Ceará tem buscado democratizar e modificar o cenário da dança contemporânea que tem na restrição de público o maior entrave para sua divulgação no País. Atividades espetáculos, performances, cursos, oficinas e mesas-redondas com grandes profissionais do Brasil e de outros países fazem parte da programação.

2013
9ª edição.
Período:
18 de outubro a 6 de novembro
Cidades: Fortaleza, Paracuru, Itapipoca, Sobral, Juá, Tabuleiro do Norte, Crato e Juazeiro.
Principais artistas: Catherine Diverrè s (FRA), Fabrice Ramalingon (FRA), Regina Advento (ALE-BRA), Riki von Falken (ALE), Olga de Soto (BEL-ESP), Grupo de Rua/ Bruno Beltrão (RJ), Quasar Cia de Dança (GO), Staccato | Paulo Caldas (RJ-CE), Balé do Teatro Guaíra (PR) e São Paulo Companhia de Dança (SP), Valéria Pinheiro, Silvia Moura, Fauller, Gerson Moreno, Henrique Castro, Carlos Santos, Aspásia Mariana, Alysson Amâncio, entre outros.
Apresentação: Nessa edição, a Bienal se debruçou sobre a criação coreográfica em diálogo com as danças urbanas, que se desdobram na confluência do gestual das múltiplas configurações da dança de rua com a encenação contemporânea.
Fonte: http://www.bienaldedanca.com/2013/a-bienal-de-danca#.UoIr_nCkpgF

2011
8ª edição.
Período:
20 de outubro a 6 de novembro
Cidades: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Nova Olinda, Canoa Quebrada, Barbalha, Crato, Guaiúba, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Paracuru e Sobral.
Principais artistas: Michè le Anne De Mey (BE), Pierre Droulers (FR), Thierry De Mey (FR), Cláudio Bernardo (BR/BE), Jérôme Bel (FR), Inbal Pinto & Avshalom Pollak Dance Company, São Paulo Companhia de Dança, Cristian Duarte (SP), João Saldanha (RJ), Maria Alice Poppe, Lume Teatro (SP), Cia Independente (CE), Companhia de Arte Andanças (CE), Cia Vatá (CE), Alysson Amâncio Cia. de Dança (CE).
Apresentação: Este ano, a Bienal direciona a atenção às questões relativas aos repertórios coreográficos e seus processos de transmissão nos contextos de produção, difusão e formação em dança contemporânea. Com esse intuito a programação conta com obras coreográficas que se tornaram marco da produção
de companhias de projeção internacional, assim como remontagens e releituras de trabalhos considerados patrimônio coreográfico da dança cênica ocidental.
Fonte: http://www.bienaldedanca.com/2011/espetaculos.html


2009
7a edição.
Período
: 02 a 30 de outubro
Cidades: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Paracuru, sobral e Praia/Cabo Verde
Principais artistas: Denise Stutz (RJ), Lavínia Bizzoto (RJ), Marcela Levi (RJ), Flávia Meireles (RJ), Marina Brusco (ARG), Staccato|Paulo Caldas (RJ), Cena 11 (SP), Vanilton Lakka (MG), Luis Garay (ARG), Toula Limnaios (ALE), Ballet de Lorraine (FR).
Apresentação: Atenta aos movimentos e contextos, perscrutando pistas, a 7ª Bienal inclui na programação trabalhos de artistas que por muito tempo integraram conceituadas companhias para, depois, se lançarem em projetos autorais, geralmente em colaboração com outros artistas.
Fonte: http://www.bienaldedanca.com/2009/home.html

2007
6a edição
Período:
5 a 27 de outubro
Cidades: Fortaleza, Sobral, Crato, Juazeiro do Norte e Nova Olinda.
Principais artistas: Isabel Torres (RJ), Angelin Preljocaj (FR), Roberto Pereira (RJ), Grupo CEM, Grupo N &infin

Processo seletivo

o seminário avançado “A dança como área de conhecimento”, contando com sete conferências

Links

e mais três debates – sendo dois sobre “Performance: o corpo e as suas relações”, “A dança popular e tradicional” e “A dança cênica no Brasil”.
Fonte: http://www.overmundo.com.br/agenda/abertura-da-vi-bienal-internacional-de-danca-do-ceara-acontece-dia-20-no-tja

2005
5a edição
Período:
20 a 31 de outubro
Cidades: Fortaleza e Sobral
Principais artistas: Gilles Jobin (CHE), Alain Buffard (FRA), Augusto Cuvilas (MOZ), Faustin Linyekula (COD), Cia. Contenido Bruto (ARG), Rita Quaglia (ITA), Mark Tompkins e Jennifer Lacey (EUA), Rick Seabra e Andréa Jabor (RJ), Gustavo e Roberto Ramos (SP), Steven Cohen (AFR), Armando Menicacci (ITA)
Apresentação: Dança e Globalização é o tema desta bienal que, pela primeira vez, terá a participação de coreógrafos e bailarinos da África e Argentina.Um dos destaques desta edição foi o trabalho entre os bailarinos Fauller, Carlos Antônio dos Santos e Wagner Schwartz, sob direção do coreógrafo e bailarino francês Rachid Ouramdane, da Association Fin Novembre.
Fonte: http://www.culturaemercado.com.br/noticias/v-bienal-internacional-de-danca-contemporanea/
http://www25.ceara.gov.br/noticias/noticias_detalhes.asp?nCodigoNoticia=15479


2003
4a edição
Período:
4 a 16 de novembro
Cidades: Fortaleza, Sobral, Quixadá, Paracuru e Icapuí.
Principais artistas: Maguy Marin (FRA), Gilles Jobin (CHE), Alain Buffard (FRA), Régine Chopinot (FRA), Rachid Ouramdane (FRA), Julie Nioche (FRA), Rui Moreira (BRA/BH) , Balé da Cidade de São Paulo (SP), Fauller (CE), Edvan Monteiro (CE), Valéria Pinheiro (CE), Carlos Antônio dos Santos (CE).
Apresentação: Com o desejo de favorecer o contato entre diferentes profissionais da dança, esta Bienal faz dialogar questões sobre o tempo, os limites da arte e o diálogo com outras linguagens, em especial nas relações entre dança e o uso da tecnologia,
Fonte: Bienal Internacional de Dança do Ceará: um percurso de Intensidades./ Rosa Primo e Thereza Rocha [organizadoras]
X