Dança em Rede

Hugo Bianchi

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: CE
  • Cidade de origem: Fortaleza
  • Atividade: Coreógrafo
  • Atividade: diretor de dança
  • Atividade: professor
  • Data de nascimento: 29/04/1926

Histórico

O bailarino, professor, coreógrafo e diretor de dança Hugo Alves Mesquisa, nasceu em Fortaleza, Ceará, no dia 29 de abril de 1926. Sua carreira na dança teve início aos 17 anos, a partir de seu incessante interesse pela arte. O desejo de ter uma formação específica - que à época não era oferecido na cidade - o levou a buscar caminhos no Rio de Janeiro.

Na capital carioca, formou-se bailarino pelo Serviço Nacional de Teatro e fez cursos para aperfeiçoar sua técnica com grandes mestres da dança como Eros Volúsia (1914-2004), Maria Olenewa (1896-1965), Tatiana Leskova e Vaslav Veltchek (1896-1967). Com a montagem de Dom Quixote, no palco do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, levou a crítica especializada da época a considerar-lhe o melhor bailarino brasileiro de então. Hugo, no entanto, não se ateve à dança, circulando pelo teatro e circo, viajando com estas produções para Argentina (onde estudou no Teatro Colón de Buenos Aires) e Estados Unidos (no American Ballet e New York Ballet).

Em 1951, o bailarino volta a Fortaleza para visitar família e amigos. O retorno definitivo se daria somente em 1965, a convite do compositor cearense Paurilo Barroso (1894-1968), para coreografar a opereta A Valsa Proibida, um marco do teatro cearense. Este ano, Hugo fundaria o Ballet Hugo Bianchi, no foyer do Theatro José de Alencar, já com o sobrenome artístico com o qual havia se popularizado.

O Theatro José de Alencar sempre foi sua segunda casa. Foi lá que criou sua primeira escola de dança, em 1966, em uma das salas sobre o palco principal. A escola de ballet Hugo Bianchi foi responsável pela formação de renomadas bailarinas, entre elas Goreti Quintela, Madiana Romcy e Monica Luiza, hoje diretoras de suas próprias academias.

Em sua escola, Hugo oferece bolsas de estudo para que mais alunos possam ter acesso à formação em dança. Montou diversos repertórios clássicos ao longo de sua carreira e foi condecorado com homenagens e premiações, entre elas a Medalha Boticário Ferreira, da Câmara Municipal de Fortaleza; o Troféu Albanisa Sarasate, do Festival Vida e Arte Cultura; além de ter sido homenageado, em 2006, pelo prêmio Sereia de Ouro.

Todos os meses, sempre aos dias 17, Hugo coordena visitas guiadas no Theatro José de Alencar, teatro com o qual entrelaça a sua história.

Trabalhos

- Mulher Rendeira, coreografia de Hugo Bianchi para a bailarina Mônica Luiza.
- Iracema, coreografia de Hugo Bianchi, para a bailarina Ana Virgínia.
- O Lago dos Cisnes (montagem de 1976, remontado em 1989 e 1992). Com direção geral de Hugo Bianchi, coreografia e direção artística de Denise Galvão
- Dom Quixote (remontagens em 1990, 2006). Coreografia: Hugo Bianchi e Denise Galvão. Direção artística e remontagem: Denise Galvão
- A Viúva Alegre (1991). Adaptação Hugo Bianchi e Denise Galvão.
- O Quebra-Nozes (1987 e 1993). Direção: Hugo Bianchi. Adaptação: Flávio Sampaio e Denise Galvão
- Sylvia (remontado em 2011, com direção artística de Socorro Quintela)
- La Bayadere (1988). Direção: Hugo Bianchi. Adaptação: Denise Galvão
- Excerptus (1994). Direção: Hugo Bianchi. Coreografia: Denise Galvão
- Carmen;
- Romeu e Julieta;
- Bela Adormecida;
- Giselle
- Divertissiment, homenagem a Hugo Bianchi (2009)

Bibliografia

Fonte:
Gadelha, Rosa Cristina Primo. A Dança Possível: As Ligações do Corpo numa Cena. / Rosa Cristina Primo Gadelha. - Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora Ltda., 2006.

Parente, Elisa. Mestre Bianchi, Matéria publicada na revista People Luxo, edição especial, 2012. ISSN: 2178850-2.

Programas dos espetáculos (acervo pessoal)

Videografia

Documentário produzido pelo projeto Memória Viva, da Universidade Federal do Ceará:
http://www.youtube.com/watch?v=sq8m5jS8xdE

Apresentação do Balé Hugo Bianchi no Fendafor 2013, Solo livre de Danielle Magalhães, com coreografia de Everardo Freitas e direção de Hugo Bianch:
http://www.youtube.com/watch?v=-svqQxiyGcA

Balé Hugo Bianchi interpreta Sylvia, solo da bailarina Gabriela Kimiko:
http://www.youtube.com/watch?v=HWN4m4a5qXs"

Links

X