Dança em Rede

Cia de Dança Mítzi Marzzuti

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: ES
  • Cidade de origem: Vitória
  • Ano de criação: 1986
  • Responsável: Mítzi Marzutti
  • Responsável cargo: Diretor
  • E-mail: mitzimarzzuti3005@hotmail.com

Histórico

A Cia de dança Mítzi Marzzuti foi pioneira no movimento profissional da dança no Estado do Espírito Santo. Sempre teve em suas diretrizes oferecer capacitação, aulas, oficinas, figurinos, participação em eventos nacionais, uma forma de manter seus bailarinos no mesmo padrão dos profissionais das grandes companhias de dança do Brasil.

Promove também aulas gratuitas com coreógrafos e professores de reconhecimento e know how, além de proporcionar apresentações em festivais e eventos nacionais, agregando novos valores, conhecimentos e vivências aos bailarinos.

Reúne em seu repertório 35 coreografias, 16 delas assinadas por coreógrafos de renome nacional e internacional.
Representou o estado do Espírito Santo nos maiores eventos, encontros e Festivais de Dança do País, entre eles: Plataforma de Dança RJ, Encontro Nacional da Dança Contemporânea BA, Festival Nacional da Paraíba, Festival Nacional de Recife, Projeto Vila Dança Convida em Salvador, Observatório de dança BH, Interlocuções Poéticas SP, entre outros.

Obras:
“Ecos, Elos e Zelos”(Mítzi Marzzuti,1987)
“Egito” (Ciro Barcelos, 1988)
“Gracias a La Vida” (Mítzi Marzzuti,)
“O Barco Êbrio” (Ingrid Mendonça, 1989)
“Pequenas Estórias de uma Caravana” (Mítzi Marzzuti, 1990)
“Sina” (Mítzi Marzzuti, 1992)
“Era a Chapeuzinho Amarelo” (Mítzi Marzzuti, 1992)
“João e Maria” (Mítzi Marzzuti, 1993)
“Odes” (Victor Navarro, 1993)
“Criação” (Mítzi Marzzuti, 1994)
“Exercício N. º 24”(Mítzi Marzzuti, 1994)
“Sujos e Feios” (Ruben Barbot, 1996)
“I Jain Je Ê” (1.ª versão, Mítzi Marzzuti, 1996)
“Ana Bolena”(Mitzi Marzzuti, 1997)
“Ópera Rock – Os Três Porquinhos” (Mítzi Marzzuti e Marly Tavares, 1998)
“I Jain Je Ê” (2.ª versão, Mítzi Marzzuti, 1999)
“Augusto” (Mítzi Marzzuti, 2000)
“Final Call” (Mítzi Marzzuti, 2002)
“Nossa Mãe do Porto da Vitória” (Marcio Meirelles, 2002)
“Corra ou Solte o Cabelo” (Mário Nascimento, 2002)
“Reflexo Inverso” (Mário Nascimento, 2003)
“Politicar” (Mário Nascimento, 2004)
“Habeas Corpus” (Sandro Borelli, 2005)
“Quatro Danças Sobre o Olhar” (Mítzi Marzzuti e Mário Nascimento, 2006/2007)
“Temperança” (Mítzi Marzzuti, 2009)
“Corpo Deserto”(Cláudia Palma, 2009)
“A Wonderful Geekiness” (Mário Nascimento, Claudia Palma e Mítzi Marzzuti, 2010)
“Não te abandono mais, morro contigo” (Sandro Borelli, 2011)
“Passagens” (Mário Nascimento, 2011)
“Traduzir-se” (Alex Neoral, 2011)
“Catarse” (Mítzi Marzzuti, 2012)
“Cronos” (Renato Vieira, 2012)

Recebeu prêmios e convites representativos, dentre eles:
-1996: 1º Lugar na Mostra de Coreógrafos no Rio de Janeiro- RIO ARTE;
-2002: Prêmios En Cena Brasil, com o espetáculo “Corra ou Solte o Cabelo” de Mário Nascimento
-2005: Circulação de Espetáculos – Secretaria de Estado da Cultura- com espetáculo - “Corra ou Solte o Cabelo” de Mário Nascimento; Lei de Incentivo Municipal Lei Rubem Braga com o espetáculo “Habeas Corpus” de Sandro Borelli; Prêmio – Edital de Incentivo à Circulação de Espetáculos – Secretaria de Estado da Cultura- “Politicar” de Mário Nascimento;
-2006: Lei de Incentivo Municipal Lei Rubem Braga com o espetáculo “Quatro Danças Sobre o Olhar” de Mítzi Marzzuti e Mário Nascimento;
-2007: Contemplado com o espetáculo “Temperança” pela Lei de Incentivo Municipal – Lei Rubem Braga;
-2008: Contemplada pela lei de Incentivo municipal “Lei Vila Velha Cultura e Arte” para 10 apresentações de “Quatro Danças Sobre o Olhar”; contemplada pela Lei de Incentivo Municipal Lei Rubem Braga com o projeto “A Wonderful Geekiness”;
-2009: Contemplada pela Klauss Vianna Funarte Petrobrás para Oficinas na Cia; Contemplada pelo Edital de circulação da secretaria de Cultura do estado do ES – “Quatro Dança Sobre O Olhar” de Mário Nascimento; contemplada pelo Edital de residência com o espetáculo “Corpo Deserto” de Claudia Palma;
-2011: Contemplada pelo Edital de circulação de espetáculos da Secretaria do Estado da Cultura com o espetáculo “A wonderful geekiness”; contemplada pelo Edital de residência com espetáculo “”Traduzir-se” e recebeu como convidado o coreógrafo Alex Neoral;
-2012: Convidada para a abertura do projeto “Quartas no teatro” no Teatro Carlos Gomes, Vitória, com o espetáculo “Traduzir-se” de Alex Neoral; contemplada pela Lei Rubem Braga para montagem do novo espetáculo “Catarse”; contemplada pelo Edital de residência com o projeto “Cronos” e recebeu como convidado o coreógrafo Renato Vieira.

X