Dança em Rede

Corpo de Baile de Caraguatatuba

  • Categoria: Grupos de dança
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: SP
  • Cidade de origem: Caraguatatuba
  • Ano de criação: 2001
  • Direção artística: Cristina Neves
  • Telefone: (12) 3881-2623
  • Endereco: Avenida Goiás, 187
  • Bairro: Indaiá
  • E-mail: cbcaragua@gmail.com

Histórico

O Corpo de Baile de Caraguatatuba é um projeto de formação artística criado pela Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (FUNDACC) e, com investimento municipal, tem o objetivo de profissionalização artística e formação técnica clássica e contemporânea de jovens talentos da dança.
 
Criado em 2001, em um período de crescimento de oficinas culturais de dança na cidade, a companhia ampliou a sua atuação em 2008 e passou a trabalhar na pesquisa e criação de obras coreográficas. Além disso, também oferece oficinas de dança para a população de Caraguatatuba e para as plateias nas cidades onde acontecem as apresentações.
 
Os bailarinos e as bailarinas são selecionados por meio de audição, sem a necessidade de ter DRT. Os aprovados recebem uma bolsa artística, dividida em 10 parcelas mensais, e os ensaios acontecem todos os dias das 18h às 21h30 no Teatro Mario Covas. Ensaios, aulas de ballet clássico e dança contemporânea fazem parte da rotina de trabalho, além das apresentações e participações em festivais.
 
Em 2017, o Corpo de Baile de Caraguatatuba recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo pelo espetáculo "Colcha de Retalhos" (2015), com concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves.

Trabalhos

As obras do repertório da companhia são "O Fundo da Caneca" (2020) e "O Ponto do Canto" (2020), videodança, concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves; "Expresso Tatu" (2019), "Colheita" (2017) e "Colcha de Retalhos" (2015), concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves; "Trilhas" (2014), "Tango" (2013), "Misturado" (2012), "Encontros" (2011), "In Pecados" (2010), "Romeu e Júlia" (2009), "Filhos da Terra" (2008), "Carmina Burana" (2007), "Queen, o show deve continuar" (2006), "Mutação" (2005) e "Contos de Areia" (2004), concepção coreográfica e direção geral de Cristina Neves; "Don Quixote" (2008), "Giselle" (2007), "Quebra-Nozes" (2006) e "Coppélia" (2005), adaptação e direção geral de Cristina Neves; e "Carpe Diem, a vida em um zeptosegundo" (2018), concepção coreográfica de Luan Fonseca e direção de Cristina Neves.

Videografia

Trailer de "Colheira" (2017), concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves
 
Espetáculo completo: "Colcha de Retalhos" (2015), concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves
 
Espetáculo completo: "Expresso Tatu" (2019), concepção coreográfica colaborativa e direção de Cristina Neves

Verbete editado por:

(Cássia Pires | Pesquisa SPCD)
X