Dança em Rede

Dora Andrade

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: CE
  • Cidade de origem: Fortaleza
  • Atividade: Adolescente
  • Atividade: coreógrafa da Edisca - Escola de Dança
  • Atividade: Diretora
  • Atividade: Integração Social para Criança
  • Data de nascimento: 13/03/1959

Histórico

A bailarina e coreógrafa Dora Andrade após anos de atuação na dança cearense se descobriu como idealizadora e empreendedora de um projeto de cunho social que transformou a vida de centenas de meninas testemunhas de uma dura realidade a que estão expostas, não só no Ceará mas no país.

Dora começou a dançar aos 10 anos de idade, aluna da Academia de Balé Hugo Bianchi. Estudou, além do balé clássico, as técnicas do jazz e dança contemporânea. Foi com a dança contemporânea que eu consegui me resolver mais ou menos com a dança. Porque eu via mulheres de 40 anos em qualquer lugar do mundo, com qualquer físico, dançando um estilo que abordava questões que eu considerava, no mínimo, interessantes. Então foi com a dança contemporânea que vi uma possibilidade, porque até então era só muita frustração e briga com o corpo", disse Dora em entrevista ao livro "A Dança da Cidadania", de Rosa Primo (Edição do autor, 1999).

Após montar um grupo próprio, e constatar que seria impossível dar continuidade a projetos artísticos sem a ajuda de verbas oficiais, Dora apresentou projeto ao governo estadual propondo parceria e oferecendo em contrapartida aulas em sua academia para crianças pobres. Estava plantada a semente que geraria a Edisca- Escola de Dança e Integração Social para Crianças e Adolescentes.

Criada oficialmente em novembro de 1991 a escola acolheu inicialmente 50 crianças. Seu objetivo como escola era também o de tornar-se um centro de convivência, onde as meninas encontram espaço para o seu desenvolvimento integral. São estimuladas a fortalecer os laços afetivos com suas famílias, uma forma de escapar da vida nas ruas.

Dora concretizou ações para oferecer às alunas além da dança, apoio psicológico, médico e odontológico, aulas teóricas de História da Arte e da Dança, oficinas de teatro, mímica, canto coral, artes plásticas e inglês Uma cozinha modelo foi montada, onde as bailarinas almoçam nos dias de aula e ensaios. O cardápio foi planejado por ela com um grupo de nutricionistas para garantir às meninas, em cada refeição, o fornecimento dos nutrientes necessários às atividades já que, em casa, elas raramente recebem uma alimentação satisfatória para compensar tanto esforço.

Dora Andrade tem seu nome hoje, definitivamente ligado ao da Edisca. Reconhecida e premiada nacional e internacionalmente por seu trabalho social, Dora ainda assina inúmeras coreografias do grupo."

Trabalhos

Direção de coreografia:

- Só (2012), com Gilano Andrade.
- Sagrada (2011), com Gilano Andrade.
- Móbilis (2003), com Gilano Andrade.
- Duas Estações (2000), com Gilano Andrade.
- Koi Guerra (1997).
- Jangurussu (1995).

Bibliografia

GADELHA, Rosa Cristina Primo. A Dança Possível: as Ligações do Corpo Numa Cena. / Rosa Cristina Primo Gadelha. - Fortalza: Expressão Gráfica e Editora Ltda., 2006.

Videografia

Documentário sobre Dora Andrade produzido pela TV Assembléia:
http://www.youtube.com/watch?v=HDlYlh24nf0"

Links

Especial sobre Dora Andrade no projeto Mulheres que Briilham:
http://mulheresquebrilham.wordpress.com/dora-andrade-voce-sabe-quem-e/

Página oficinal da Edisca:
http://www.edisca.org.br/br/

(por Elisa Parente | Pesquisa SPCD)" 626
X