Intrépida Trupe

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Ano: 1986
  • Responsável: Beth Martins e Roberto Berliner
  • Responsável cargo: Diretor
  • Endereco: Rua dos Arcos da Lapa- Fundição Progresso
  • Bairro: Centro
  • E-mail: damaziojoana@gmail.com

Conteúdo

A Intrépida Trupe nasce nos anos 1980, e revoluciona as artes cências no Brasil. Foi criada por artistas da dança, teatro, música e artes plásticas, que tinham em comum a paixão pelo circo.

O grupo surge no antigo Circo Voador, no Arpoador, e depois de um período de intercâmbio cultural que inclui o Maranhão entre seus roteiros, a Intrépida Trupe forma-se oficialmente numa viagem para o México, onde se apresenta em Guadalajara, durante a abertura da Copa do Mundo de 1986.

O primeiro espetáculo vem em 1988, uma apresentação que leva o nome do grupo e é exibida no Teatro Ipanema. “Intrépida trupe”, o espetáculo, é uma criação coletiva onde os atores-acrobatas investigam linguagens de múltiplas técnicas.

A partir daí, a Intrépida Trupe vem criando, produzindo e apresentando diversos espetáculos e números no Brasil e no exterior. Além disso, forma artistas e inspira outras trupes, em oficinas, workshops e mostras que demonstram o processo de criação dos números e espetáculos.

Em 1993, inicia a sua trajetória de colaboração com ONGs e projetos socioculturais, dando aulas de circo e capoeira no projeto “Se essa rua fosse minha”.

No ano 2000, Aprimora suas atividades de formação e qualificação em artes do movimento com a abertura do Espaço de Criação Intrépida Trupe, na Fundição Progresso.

Em suas temporadas na Europa e na América, a Intrépida Trupe causa impacto por sua estética moderna e genuinamente brasileira, sendo um dos expoentes do Novo Circo no panorama internacional.

Direção: Roberto Berliner, Beth Martins

Co-direção e montagem: Julia Barreto

Co-direção e coordenação de pesquisa: Adriana Cursino

Produção executiva: Rodrigo Letier, Lorena Bondarovksy e Júlio Uchoa

Identidade visual: Mesofera - Gringo Cardia, Rico Vilaroca e Renato Vilaroca

Trilha sonora: Felipe Rocha

Direção de fotografia: Felipe Reinheimer, Manuel Águas e André Horta

Som direto: Joca Fragoso, Pedro Moreira e Bruno Espírito Santo.

Supervisão artística: Leonardo Domingues

Pós-produção: Guga Nascimento e Anna Julia Werneck

Trabalhos

-Intrépida Trupe (1988)

-ARN (1991)

O espetáculo explora a participação do público: a platéia é atacada por macacos brincalhões, que pulam sobre as cadeiras, sequestram objetos dos espectadores e lhes atiram com pistolas d'água.<
X