Dança em Rede

O Lago dos Cisnes

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Rússia
  • Cidade de origem: São Petesburgo
  • Ano de criação: 1895
  • Duração: 120
  • Grupos de estreia: Ballet do Teatro Mariinsky
  • Autores: Marius Petipa e Lev Ivanov
  • Remontagens: O Lago dos Cisnes possui inúmeras versões de companhias por todo o mundo. Selma Jean Cohen afirma que este é o ballet mais popular do mundo, ao ponto de que em algum lugar do planeta ele esteja sendo apresentado todo final de semana. Entre as companhias que o dançam:

    American Ballet Theater - Produção de Kevin McKenzie
    New York City Ballet
    San Francisco Ballet
    Paris Opera Ballet - Atualmente se utiliza a produção de Rudolf Nureyev, criada em 1984 para a companhia. Mas também já foi produzida a versão coreográfica de Vladimir Burmeister.
    The Royal Ballet
    Teatro Alla Scala
    The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet
    The Bolshoi Ballet - Produção de Yuri Grigorovich
    Berlin Opera Ballet - Produção de Patrice Bart
    The Australian Ballet - Produção de Graeme Murphy

Histórico

Lev Ivanov (1834-1901) completou sua formação na Escola de Ballet do Teatro Imperial de São Petersburgo. Em 1850, se juntou ao corpo de baile do Teatro Mariinsky, onde em 1869 se tornou primeiro bailarino. Criou, em parceria com Marius Petipa, O Quebra-Nozes, em 1892 e o O Lago dos Cisnes, em 1895.

Bailarino, coreógrafo e maître de ballet, Marius Petipa (1818 - 1910) nasceu na França, foi aluno de Auguste Vestris e dançou e coreografou para diversas companhias francesas menores, sua fama sendo construída apenas na segunda metade do século XIX, na Rússia, para onde foi levado por Arthur Saint-Léon, como bailarino solista e professor de ballet adjunto do Teatro Mariinsky.

Sem grande fama francesa, Petipa chega à Rússia em perfil discreto e ganhando pouco. Seu trabalho é reconhecido quando se torna Primeiro Maître da companhia e, em 1869, com a morte de Saint-Léon, Petipa passa a ser o principal Maître da Rússia: Maître do Ballet Imperial e professor e Inspetor da Dança na escola Imperial, responsável por 120 alunos.

Suas coreografias marcantes dessa primeira fase de trabalho incluem espetáculos longos e dispendiosos, com números cenários, efeitos visuais e elencos. Dessa época, A Filha do Faraó (1862) contava com 5h de espetáculo, crianças, mudanças drásticas de cenário, uma fonte jorrando água no palco, múmias e uma cena submersa no Nilo. A famosa cena do Reino das Sombras, de La Bayadè re (1877), foi originalmente composta para 64 bailarinos.

Ê em 1882, após o assassinato do czar Alexandre II, que seu sucessor, Alexandre III, organiza uma grande reforma nos teatro imperiais, buscando um público maior e geral. Nessa reforma, Ivan Vsevolozhsky é apontado diretor do Mariinsky. Grande entusiasta dos ballets, ele se une a Petipa para a realização de suas maiores obras, A Bela Adormecida, O Quebra Nozes e O Lago dos Cisnes, no período que Petipa chama, em suas memórias, de seus 17 anos de glória.

Em 1899, Vsevolozhsky abandona o teatro imperial e Petipa segue com ele, trabalhando ainda até 1903, quando é forçado à aposentadoria. Seu livro de memórias, ditado por ele que estava na cama e devastado com sua situação social e desprezo que sentia da sociedade russa, foi publicado em 1906. Petipa morreu em 1910, encerrando o reinado francês na dança Russa.

Links

Por Henrique Rochelle | SPCD Pesquisa 54

Bibliografia

Algumas sugestões de leituras e referências acerca da História da Dança:

ANDERSON, Jack. Ballet and Modern Dance: a concise history
ANDERSON, Jack. Dança
AU, Susan. Ballet & modern dance.
BALANCHINE, George; MASON, Francis. Complete Stories of the Great Ballets
BOUCIER, Paul. História da Dança no Ocidente
CAMINADA, Eliana. História da Dança: evolução Cultural
COHEN, Selma Jean. Dance as a Theatre Art
COHEN, Selma Jean. Next Week Swan Lake
CRAINE, Debra; MACKRELL, Judith. The Oxford Dictionary of Dance
DILS, Ann; ALBRIGHT, Ann Cooper. Moving History / Dancing Cultures: a dance history reader
FARO, Antonio Jose; SAMPAIO, Luiz Paulo. Dicionário de Balé e Dança
KIRSTEIN, Lincoln. Four Centuries of Ballet
KOEGLER, Horst. The Concise Oxford Dictionary of Ballet
PORTINARI, Maribel. História da Dança
SCHOLL, Tim. From Petipa to Balanchine
SORELL, Walter. Dance in Its Time

Videografia

Versões em DVD:
- Ópera de Viena, 1966
Com Margot Fonteyn e Rudolf Nureyev

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 1968
Com Yelena Yevteieva e John Markovsky

- The Royal Ballet, 1980
Com Natalia Makarova e Anthony Dowell

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 1986
Com Galina Mezentseva e Konstantin Zaklinsky

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 1990
Com Yulia Makhalina e Igor Zelensky

- Ópera de Paris, 1992
Com Marie-Claude Pietragalla e Patrick Dupond

- The Perm State Ballet, 1992
Com Nina Ananiashvilli e Aleksei Fadeyechev

- Ópera de Berlim, 1998
Com Steffi Scherzer e Oliver Matz

- The Royal Swedish Ballet, 2002
Com Nathalie Nordquist e Anders Nordström

- Teatro Alla Scala, 2004
Com Svetlana Zakharova e Roberto Bolle

- American Ballet Theatre, 2005
Com Gillian Murphy e Angel Corella

- Ópera de Paris, 2005
Com Agnè s Letestu e José Martinez

- St. Petersburg Ballet, 2006
Irina Kolesnikova e Dmitry Akulinin

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 2006
Com Ulyana Lopatkina e Danila Korsuntev

- The Australian Ballet, 2008
Com Madeleine Eastoe e Robert Curran

- The Royal Ballet, 2009
Com Marianela Nuñez e Thiago Soares

- Guangdong Acrobatic Troupe of China
Versão circense


Exibições no Cinema:
- The Bolshoi Ballet, 2011
Com Maria Alexandrova e Ruslan Skvortsov

- The Royal Ballet, 2012
Com Zenaida Yanowsky e Nehemiah Kish

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 2013
Com Yekaterina Kondaurova e Timur Askerov

Sinopse

O Lago dos Cisnes é um dos ballets mais conhecidos da história. Sua trilha sonora foi composta por Tchaikovsky em 1875-1876, para a montagem do Ballet Bolshoi de 1877, coreografada por Julius Reisinger. A montagem original foi mal sucedida e eventualmente a trilha sonora original seria revista pelo regente da orquestra imperial de São Petesburgo, Riccardo Drigo, para o desenvolvimento da versão de Marius Petipa e Lev Ivanov para o Ballet do Mariinsky, a versão que atualmente é utilizada como base para diversas remontagens pelo mundo.

O enredo, dividido em quatro atos, conta a história do príncipe Siegfried, que está comemorando seu aniversário de 21 anos. Por ter atingido a maioridade, de acordo com as leis de seu reino, ele deveria escolher uma noiva durante o baile no dia seguinte e assumir o trono como rei. Para se distrair, o príncipe sai durante a noite para caçar cisnes, utilizando a besta (uma espécie de arco e flechas) que havia ganhado de sua mãe.
No lago, o príncipe está prestes a atirar em um cisne quando o vê se transformar em uma princesa. Odette está aprisionada por um feitiço de Von Rothbart que a transformou em cisne, apenas retornando à forma humana durante a noite. O feitiço só poderia ser quebrado se um rapaz lhe fizer um juramento de amor verdadeiro perante o mundo. O príncipe, perdidamente apaixonado por Odette, promete que irá fazê-lo durante o baile. Quando o dia amanhece, a moça retorna à forma de um cisne.
No terceiro ato acontece o baile, onde a rainha apresenta várias pretendentes a Siegfried. Em algumas montagens, as princesas reprensentam os países das danças folclóricas apresentadas neste ato: Hungria (Csardas), Rússia , Espanha, Itália (Dança Napolitana) e Polônia (Mazurca). O príncipe rejeita todas, deixando sua mãe indignada. Quando menos se espera, soam os clarins anunciando a chegada de mais dois convidados: Von Rothbart e sua filha Odile, que foi encantada para se parecer com Odette e enganar o príncipe. Iludido, Siegfried acaba jurando amor pela mulher errada, e quando se dá conta, ele tem que correr contra o tempo para tentar consertar o que acabara de fazer.
No último ato, Sigfried encontra Odette desolada por sua traição. Ele explica que fora enganado e pede seu perdão. Quando o casal reafirma seu amor, Von Rothbart aparece para forçar Sigfried a cumprir sua promessa. Odette, sabendo que apenas morta será livre do feitiço, se atira no lago, sendo seguida pelo príncipe, que acaba provando seu amor por ela. Essa atitude acaba fazendo com que o feitiço que também aprisionava outras moças fosse quebrado e Rothbart destruído.

Apesar de ser uma peça muito famosa, alguns detalhes da história são meio obscuros, como o porque de Rothbart enfeitiçar tantas jovens e também qual a origem do lago que dá nome ao ballet.
Esse lago foi formado por lágrimas dos familiares das jovens enfeitiçadas, que tristes por tamanha desventura choraram por muitos dias.
Já os motivos que levaram Rothbart a agir dessa maneira foi por causa da filha. Ele acreditava que se transformasse todas as moças da região em cisnes, Odile teria maior chance de se encontrar com o com príncipe Siegfried, e assim os dois poderiam se apaixonar e se casar.

No final da versão criada por Petipa e Ivanov, Siegfried luta com Von Rothbart, destruindo-o, quebrando o feitiço e se casando com Odette. Essa montagem é utilizada por várias companhias, inclusive pelo próprio ballet do Teatro Mariinsky, conforme registro em DVD datados dos anos de 1986 (com Galina Mezentseva e Konstantin Zaklinsky), 1990 (com Yulia Makhalina e Igor Zelensky) e 2006 (com Ulyana Lopatkina e Danila Korsuntev).

A montagem Petipa / Ivanov surgiu de um concerto em homenagem a Tchaikovsky produzido em São Petesburgo, para o qual Ivanov coreografara o segundo ato da obra. Petipa e Ivanov trabalharam em conjunto na construção do ballet, com Ivanov coreografando as cenas dos cisnes e Petipa as do castelo.

O papel de Odette/Odile foi dançado nessa versão pela italiana Pierina Legnani, que ficara famosa pelos trinta e dois fouettés em tournant que havia feito na última cena de uma apresentação de Cinderella. Esta proeza foi incorporada por Petipa para a coreografia do Pas de Deux do Cisne Negro, no terceiro ato.

Ao longo do tempo, a coreografia foi feita e refeita, remontada e recriada em alterações conforme intencionavam seus criadores e suas companhias, tendo inclusive versões modernas e contemporâneas, dentre as quais se destacam as de Mats Ek e Matthew Bourne.
X