Dança em Rede

Esta é uma enciclopédia colaborativa online que busca divulgar e fomentar a produção de informações sobre a dança no Brasil, que conta hoje com mais de 3.500 verbetes cadastrados.

Os visitantes podem escrever e editar verbetes com fotos, textos, links para sites de compartilhamentos de vídeos e publicações em diversas categorias: grupos, escolas, profissionais da dança, companhias e outros.

Buscar Verbete

Verbete do dia

Balé da Cidade de Santos

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País: Brasil
  • UF: SP
  • Cidade: Santos
  • Ano de criação: 2003
  • Telefone: (13) 3226-8000
  • Endereco: Av. Senador Pinheiro Machado, 48
  • Bairro: Vila Matias
  • E-mail: cultura@santos.sp.gov.br
  • Editado por: (Cássia Pires | Pesquisa SPCD – Atualizado em 18 de março de 2021)

Conteúdo

A Escola de Bailado Municipal de Santos foi fundada em 1972, por Ruth Lima, e a partir do trabalho realizado na escola, Renata Pacheco criou o Balé da Cidade de Santos em 2003. Ambos são ligados a Secretaria Municipal  de Cultura de Santos (Secult).
 
Tudo começa pelas audições para ingressar na Escola de Bailado Municipal: crianças de 7 a 11 anos, sem experiência em dança, para o primeiro ano; estudantes até 18 anos, com experiência em dança, para até o sétimo ano. O curso tem duração de nove anos e é gratuito.
 
Ao fazerem parte da escola, os estudantes que se destacam são selecionados para fazerem parte dos corpos de baile infantil, juvenil ou jovem, que representam a cidade nos festivais nacionais e internacionais. O estágio avançado é o Balé da Cidade de Santos: composto por alunas e ex-alunas de destaque da escola, é uma companhia profissional e remunerada. O seu objetivo é mais amplo, como a criação e a produção de obras coreográficas para serem apresentadas tanto em Santos quanto em outras cidades. O trabalho específico da companhia acontece às segundas, quartas, sextas-feiras e sábados, das 9 às 14 horas. 
 
Os três corpos de baile e o Balé da Cidade de Santos colecionam diversos prêmios em festivais, tanto no Brasil quanto no exterior, como o primeiro lugar no Youth America Grand Prix 2006.

Videografia

Trechos de "Cabaret" (2018), de Renata Pacheco
 
Espetáculo completo: "Variações" (2019), de Renata Pacheco
 
Espetáculo completo: "Malandragem" (2012), de Renata Pacheco

Trabalhos

Algumas das obras do repertório da companhia são "Flâneur" (2021), "Mulheres de Areia" (2020), "Variações" (2019), "Balão Azul" (2017), "Cabaret" (2018), "Malandragem" (2012), "Vozes" (2005) e "Le Jardin Enchentée" (2004), de Renata Pacheco.

Cadastre seu verbete no formulário abaixo:

Essa área é restrita a usuários cadastrados. Por favor faça o login ou cadastre-se!