Cia Mário Nascimento

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País: Brasil
  • UF: MG
  • Cidade: Belo Horizonte
  • Ano: 1998
  • Responsável: Mário Nascimento
  • Responsável cargo: Diretor
  • Contato: contato.ciamn@yahoo.com.br
  • E-mail: contato.ciamn@yahoo.com.br

Conteúdo

A Cia Mário Nascimento foi criada em São Paulo, em 1998, pelo coreógrafo Mário Nascimento e o compositor Fábio Cardia. A primeira obra, “Escapada”, estreou no Centro Cultural São Paulo (São Paulo/SP), dentro do Projeto Brasil Portugal 500 anos a convite do curador Marcos Bragato. Esta obra rendeu ao coreógrafo Mário Nascimento, o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte - 1998) como melhor coreógrafo. No elenco Kiko Ribeiro, bailarino e percussionista pernambucano e o músico paulista Renato Gimenes. A obra foi apresentada em diversas capitais do país e na Alemanha, com apresentações em Hamburgo no Teatro B 12, Bienal de Essen e em Colônia no Zeigen Tanztheater, com ótima repercussão de crítica e público.

Em 2002, houve a transferência da companhia para Belo Horizonte (MG), que contou, por seis anos, com o apoio logístico da Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes). No ano de 2004, com o prêmio Rumos Dança Itaú Cultural, estrearam “Escambo”, com trilha de Fábio Cardia, rendendo a companhia o 1° Prêmio Usiminas/Sinparc (Belo Horizonte/MG), o prêmio de melhor coreógrafo a Mario Nascimento, melhor bailarina a Rosa Antuña e bailarino(a) revelação a Cristiano Bacelar e Thaïs França.

Em 2005, o novo espetáculo “Do ritmo ao caos” foi apresentado no FID (Fórum Internacional de Dança) no Teatro Sesiminas (Belo Horizonte/MG). Em 2007, foi a estreia de “O Rebento” no SESC Santana (São Paulo/SP), com o apoio do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna. 2008, com patrocínio da PETROBRAS, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Cia Mario Nascimento estreou “Faladores”, coreografia de Mário Nascimento, trilha sonora de Fábio Cardia e assistência de direção e de coreografia de Rosa Antuña.

A companhia seguiu com o patrocínio da PETROBRAS em 2009 e 2010 e realizou circulação em todo o país com Faladores", que no 14° Prêmio Sesc Sated 2009, ganhou como melhor espetáculo e também como trilha sonora original para Fábio Cardia, melhor bailarina para Rosa Antuña e melhor bailarino para José Villaça . No Prêmio Usiminas Sinparc 2009, ganhou como melhor espetáculo, melhor concepção coreográfica para Mário Nascimento e melhor bailarino para José Villaça.

Em 2010, a companhia estreou a releitura de "Escapada" em Belo Horizonte(MG) e também no Panorama Festival (Rio de Janeiro/RJ), conquistando o Prêmio Usiminas Sinparc como melhor trilha sonora original a Fábio Cardia. 2011, foi a estreia de “Território Nu”, em parceria com o FID, em Belo Horizonte. Prêmio Sesc Sated para Rafael Bittar como melhor bailarino, e Usiminas Sinparc como melhor espetáculo. Já 2012, foi o ano em que a Cia Mário Nascimento, através do Palco Giratório do SESC, circulou por diversas regiões do Brasil com os espetáculos “Escapada” e “Faladores”.
Em 2013, ainda com patrocínio da PETROBRAS, em comemoração aos seus 15 anos, estreou “Nômade”.

Desta forma, a Cia Mário Nascimento tem sua pesquisa de linguagem sustentada pelas conexões entre dança, música e teatro. Além disso, é caracterizada pela movimentação enérgica e atlética, sem perder a busca de um refinamento no movimento, o que a torna bastante singular na sua forma de expressão da dança."

Videografia

Canal no Youtube- Cia Mário Nascimento: https://www.youtube.com/user/ciamn

“Nômade”: https://www.youtube.com/watch?v=THGz22OBv4g

Programa Temporada : https://www.youtube.com/watch?v=D5H1SU_90Do

Cia Mário Nascimento 15 anos: https://www.youtube.com/watch?v=qbX0B8y6lq0

Cia Mário Nascimento 15 anos- repertótio: https://www.youtube.com/watch?v=WwZjBZFB4Q4

“Território Nu”: https://www.youtube.com/watch?v=l9tFalzTmc8

“Do ritmo ao caos”: https://www.youtube.com/watch?v=Sd1gMu4XNnk
“Faladores”- vídeo demonstrativo: https://www.youtube.com/watch?v=918D93KGICk"

Trabalhos

“Escapada”, “Trovador”, “Do ritmo ao caos”, “Escambo”, “Território Nu”, “Nômade”, “Faladores”
X