Deborah Nefussi

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País: Brasil
  • UF: SP
  • Cidade: São Paulo
  • Atividade: bailarina de flamenco
  • Atividade: Coreógrafa
  • Atividade: Professora
  • Data de nascimento: 09/08/1965

Conteúdo

Formada em ballet clássico em 1984 pela Academia de música e ballet Elza Prado, inicia seus estudos na dança flamenca no mesmo ano com Laurita Castro, permanecendo até 1991 na sua companhia. No mesmo período cursa clássico espanhol com Elza Prado e dança flamenca com Ana Martinez e Pepe de Córdoba.

Viaja para Buenos Aires em 1990 e 1991 onde estuda com Conchita España, El Chino, La Mora e Graciela Rios Saiz e participa do Seminário de Dança Espanhola, neste período.

Em 1992 viaja para Espanha para uma especialização na Cátedra de Flamencologia de Granada com a bailarina flamenca Mariquilla, e os bailarinos Javier Baron e Cristobal Reyes. Em Granada cursa dança espanhola com Maite Galán. Também foi professora de ballet clássico preparatório para bailarinos flamencos, na Cátedra de Flamencologia de Granada.

No mesmo ano, em Madri estuda dança flamenca com Carmela Grego, El Güito, La China e Ciro e em Sevilha com Manolo Marin.

De volta ao Brasil, no final de 1992, funda com outros sócios, a Kompanhia de Teatro Dança e Arte Flamenca-grupo RAIES.

Em 1995, 1997 e 2002 volta a Espanha para etudar em Madri com La China, Belén Fernandez e Cristobal Reyes, em Sevilla com Juana Amaya, Antonio El Pipa e Eva la Yerbabuena e em Córdoba com Antonio Canales e Javier Latorre.

Entre os anos de 1997 e 2009, coordena e participa de cursos com La China e Adrian Galia, em São Paulo e de 2004 a 2012, participa de cursos no Brasil com Rafaela Carrasco, La Tacha, Manuel Linan, Mercedez Ruiz, Pol Vaquero, Davi Paniagua, Alfonso Losa, Nino de los Reyes, Javier Latorre, Carmen La Talegona, Imaculada Ortega, Pedro Córdoba e Maria Juncal.

De 2009 a 2012 organiza e produz com o grupo Kabal Produções Artísticas, quatro edições da Feira Flamenca do Brasil, evento que reúne profissionais e amadores do flamenco.

Sua experiência profissional na dança flamenca, começa como professora em várias escolas de São Paulo, desde 1989 até hoje. Em 1998 inaugura o Raies Dança Teatro, onde trabalha atualmente como diretora artística e professora.
"

Links

http://www.flamencobrasil-raies.com.br/

http://www.feiraflamenca.com.br/


Por Luiza Libardi | Pesquisa SPCD 206

Bibliografia

http://flamencobrasil.com.br/2009/05/entrevista-com-deborah-nefussi/

http://www.jornaldepiracicaba.com.br/capa/default.asp?p=viewnot&cat=viewnot&idnot=207974

http://revistaplaneta.terra.com.br/secao/cultura/danca-da-paixao-conquista-sao-paulo

Videografia

http://www.youtube.com/watch?v=6A7jg2X8AgE

http://www.youtube.com/watch?v=uJp0wgGeEV8

https://www.youtube.com/watch?v=4h7wDEJsvFk

Trabalhos

Integrou o grupo profissional “Laurita Castro” de 1996 a 1992.

Em 2000 e 2001 fez a preparação corporal dos protagonistas interpretes da Ópera Carmen sob direção de Carla Camuratti, e dançou como bailarina convidada nas mesmas apresentações; Teatro Alpha e Municipal de São Paulo.

“Arte nas Ruas” projeto da dança e musica da Secretaria de Estado de Cultura;

I Mostra Internacional de Dança do TUCA:

Em 1995 e 1996 realiza como coreógrafa e co-produtora do espetáculo “Flamencas – uma historia de mulheres”, sob direção de Daniella Nefussi, realizado na Sala São Luiz e convidado para a Mostra de Dança do Sesc de Santos.

Em 1998 dirige e coreografa o espetáculo “Canções do Amargo” inspirado na Obra de Garcia Lorca e participa como diretora coreógrafa e bailarina do projeto “Lorca na Rua” do Sesc São Paulo.
Em 2002 participa do 1o Festival Nacional de Dança Flamenca na Casa de Espanha em São Paulo, ganhando 1o lugar na categoria Solo profissional;

Direção artística dos espetáculos de dança flamenca: “La Calle de los Lunares” (2002), “Entre duas Portas” (2003), “Feito por Nos” (2004), “Etnias” (2005), “Flamenco Vivo” e “Andalucia” (2006), “Xeque-Mate” (2007), “Pinceis a Compas” (2008),”Noche de Toros”(2009),”Escenas Flamencas” e ”Caminos del Alma”(2010), “Aromas de Andalucia” (2011) e “Festa Raies” (2012), comemorando os 20 anos da existência do grupo Raies.

Bailarina convidada do espetáculo “Com-fluência”, direção de Sonia Galvao e Betty Gervitz e de espetáculos com a Orquestra Mundana, direção de Carlinhos Antunes desde 2009 até hoje.

Em 2010 e 2011, coreografa e dirige o trabalho de dança flamenca na montagem da Ópera Carmen, direção de Cleber Papa, da Casa da Ópera.
X