Penha de Souza

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Atividade: Coreógrafa
  • Atividade: Professora
  • Data de nascimento: 12/07/1935

Conteúdo

Penha de Souza nasceu no Rio de Janeiro, em 12 de julho, de 1935 e deu início aos seus estudos em dança na escola primária, aos 5 anos. Em 1949, já morando em Bauru, ingressa no Centro Cultural de Bauru com Zélia Gentil, que abre filial da escola mantida em São Paulo por Maria Olenewa (1896-1965).

Em 1952, forma-se em Ciências Contábeis em Bauru e, em 1954, atua como assistente de Zélia Gentil no Centro Cultural.

Muda-se para São Paulo, em 1955, para fazer aulas na Escola de Danças Clássicas de Maria Olenewa, onde atua como bailarina solista e professora. Em 1956, estuda dança com Vaslav Veltchek (1886-1967). Participa do grupo de TV de Maria Pia Finocchio.

Em 1957, torna-se assistente de Maria Olenewa. Estuda com Ismael Guiser (1927-2008) e participa de suas coreografias no programa Noites Cariocas da TV Rio. Apresenta-se em programas e shows variados: na TV Tupi, com Victor Aukstin, na TV Record, com Luciano Luciani e em navios de turismo, entre outros.

Casa-se em 1960, com Valmi Feliciano de Souza (1936-1999). Quando nasce sua primeira filha, Cássia, em 1961, Penha começa a ministrar aulas de balé clássico na escola de Marika Gidali, em São Paulo.

Em 1962, nasce Cláudia, sua segunda filha, e muda-se com a família para Natal, onde ministra aulas de balé clássico e ginástica para senhoras no Aero Clube de Natal. Começa a estudar com Renée Gumiel (1913-2006), em 1964, tornando-se sua assistente. Na Escola de Ballet Renée Gumiel, ministra aulas de clássico, moderno e ginástica para senhoras. Em 1965, Inicia seus estudos na técnica de Graham com Clarisse Abujamra. Estuda também com Marika Gidali.

Em 1966, atua como bailarina do Balé Contemporâneo Brasileiro, com direção de Renée Gumiel, por três anos e, 1969, viaja pela primeira vez para os EUA com o marido e faz aulas de dança. Em 1970, nasce Cristina, sua terceira filha.

Abre a Escola de Dançaa Sobianeck, em 1971, sua primeira escola. Participa do Ballet Moderno de Renné Gumiel como bailarina e coreógrafa.Em 1972, abre filial de sua escola e pouco depois fecha a matriz, trocando o nome para Oficina de Dança Penha de Souza.

Participa do American Dance Festival na Universidade de Connecticut. Em Nova York, faz aulas nas escolas de Martha Graham (1893-1991) e Alvin Ailey (1931-1989) com June Lewis, Raul Gelabert e José Limon (1908-1972).
Cria, em agosto de 1973, o Grupo Experimental de Dança (GED), formado inicialmente por mulheres. O grupo estreia em dezembro no Teatro Aquário com quatro coreografias de Penha: Quarteto, C.T. Ballet, Em Tempo de Jazz e Ritual para Dança.

Em 1974, participa da fundação da Associação Paulista dos Profissionais de Dança (Appd), que em 1991 muda para Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado de São Paulo.

Em 1976, Penha viaja novamente para os EUA onde faz aulas com June Lewis e Alvin Ailey. De 76 a 83, o grupo estreia diversas coreografias de Penha e participa de vários espetáculos. Encerra os trabalhos do GED, em 1983.

Em 1985, funda o Grupo de Dança Penha de Souza, que participa de festivais e eventos amadores e é premiado no Encontro Nacional de Dança (enda). Ministra aulas no início do curso de dança da Unicamp a convite de Marília de Andrade. Em 1987, o grupo torna-se profissional e tem proposta de trabalhar com novos coreógrafos.

Em 1988, funda e dirige o Ballet Teatro do Bixiga e em 1989 começa a estruturar sua técnica de alongamento corretivo. Em 1992, o Grupo de Dança Penha de Souza encerra suas atividades. De 1994 a 1996, ministra aulas de moderno no Projeto Dança, sediado no Teatro Sérgio Cardoso, e no projeto Dança Interior, ambos da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Em 1996, retorna a Nova York para cursos nas técnicas de Graham e Pilates e em 1999, atua como professora de dança moderna no Colégio de Dança de Fortaleza, por dois anos.

Em 2003, ministra aulas de alongamento corretivo em diversos espaços em Florianópolis, retornando à São Paulo, em 2008, atuando na mesma área.

Em 2008 a São Paulo Companhia de Dança dedica um documentário da série Figuras da Dança à ela. A direção foi de Inês Bogéa e Antonio Carlos Rebesco. O texto biográfico assinado por Alexandra Itacarambi está disponível para download aqui: http://www.saopaulocompanhiadedanca.art.br/folhetos_figuras_da_danca.php

Links

(Pesquisa SPCD) 7

Bibliografia

Documentário Penha de Souza - Figuras da Dança | Direção Inês Bogéa e Antônio Carlos Rebesco | São Paulo Companhia de Dança, SP, 2008

Trabalhos

1963 Assina a coreografia da peça João Farrapo para o Grupo de Teatro Amador de Natal.

1974 O GED participa do programa Ciclorama, da TV Cultura, sob direção de Irineu de Carli. Apresenta-se no Teatro Paulo Eiró, com coreografias do primeiro programa mais Formas-Movimentos, de Penha e Soledad, do coreógrafo convidado Antonio Carlos Cardoso.

1975 O GED faz curta temporada no Teatro Paulo Eiró, com estreia de Gênesis de Victor Navarro, e Missa Breve, de Penha de Souza, completando o programa Quarteto e Formas-Movimentos.

1977 O GED participa do 1o. Encontro Prof ssional de Dança, no Teatro João Caetano, com a coreografia Contrastes, de Sonia Mota. A Cisne Negro Companhia de Dança estreia Pulsación, de Penha.

1978 O GED estreia as coreografias Quinteto, Ensaio e Sonho, de Penha, no Auditório da FAU. Em outubro, estreiam Vida Fácil e Prólogo, de Penha.

1979 Estreiam as coreografias A Chamada, de Penha e Realidades, de Renée Gumiel. A Cisne Negro Companhia de Dança estréia Amor... Amor, de Penha.

1980 O GED estréia Reflexos, de Penha, com música especialmente composta por Luiz Chaves (1931-2007), do Zimbo Trio e Ciranda, de Penha.

1981 Estreia de Existe um Tempo em que não se Diz Mais, de Penha.

1986 Coreografa Vento Branco para o seu grupo. Atua como diretora artística da escola Gimnasium Corpo e Movimento ao lado de Flávia Goldstein.Ministra aulas da técnica de Graham na Academia de Ballet Lina Penteado em Campinas por vários anos.

1989 O Grupo de Dança Penha de Souza participa da Mostra de Dança Contemporânea do Clube Atlético Paulistano com Coisas e Caminho, ambos de Penha. Coreografa e co-dirige Impressionismo e Balangandãs, criado para a cantora lírica Luiza Sawaya, apresentado na Funarte/SP

2004 Coreografa os espetáculos Maracatu do Chico Rei, Urbanicidades e Tempo de Verão para o Grupo de Experimentação Cênica (GpoEx) da Sociedade Cultura Artística (Scar) de Jaraguá do Sul, Santa Catarina.
X