Renato Cruz

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Atividade: Diretor da Companhia Híbrida
  • Data de nascimento: 03/08/1982

Conteúdo

Renato Cruz tem na Dança de Rua sua formação principal. Participou de pequenos grupos desta linha estética, até conhecer e trabalhar com o Grupo Altamente Dance, dirigido por Julio Bottoni (2001 à 2005).

Graduado em Dança pelo Centro Universitário da Cidade (2005). Pós-graduado (Latu Sensu) no curso de especialização em Artes Cênicas, pela universidade Estácio de Sá (2009).

De 2003 à 2013, foi bailarino da Companhia de Danças da Cidade. Nesta Companhia, dançou trabalhos de coreógrafos renomados, como João Saldanha, Lia Rodrigues, Graciela Figueroa, Paulo Caldas, entre outros. Após apresentações em diferentes estados do Brasil, em 2009, a cia participou da Mostra Brasil Move Berlim, na Alemanha.

Links

http://www.ciahibrida.com.br

(Por Liana Vasconcelos | Pesquisa SPCD)" 759

Videografia

Arena Híbrida 7 - Reportagem

http://www.youtube.com/watch?v=6pDHtiI4xhU

Estéreos Tipos- Processo de Criação

http://www.youtube.com/watch?v=Dvb9Oe_UxRg

Moto Sensível- teaser
http://www.youtube.com/watch?v=43f_nxSargI


Reportagem TV FUTURA

http://www.youtube.com/watch?v=6XYWzU58Emg

"

Trabalhos

De 2005 à 2008, participou da Companhia Dani Lima, como interprete colaborador do trabalho “Vida Real em 3 capítulos - Capítulo 2- Manual de Instruções”, patrocinado pela Caixa Cultural. Este trabalho recebeu entre outros prêmios, o prêmio Caravana Funarte, se apresentando em diferentes cidades no Brasil.

Ê professor de Danças Urbanas da Escola de Dança Petite Danse, desde 2002, e coordenador de Danças Urbanas desde 2008; Professor da Universidade Livre da Dança (UNIDANÇA), com curso teórico voltado para metodologia de ensino para Dança de Rua, e Professor das oficinas de Dança de Rua da Escola Livre de Dança da Maré, dirigida por Silvia Soter. Foi jurado/professor do Festival de Dança de Joinville, entre 2006 e 2010, e do ENTRANDO NA DANÇA, 2010 E 2012, projeto do Festival internacional Panorama de Dança.

Ê diretor artístico da Companhia Híbrida, que mescla diferentes linguagens como as Danças Urbanas, Dança Contemporânea e o teatro, com criação direcionada para a cena . Esta cia ganhou diversos editais de ocupação do Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, (de 2008 à 2013). Em 2009, a Cia. Híbrida foi selecionada a participar da Bienal Cidade Ocupada/ Brasil França, realizada na cidade de Macaé- RJ, com as duas performances de rua ESCUTA e PONTO DE PARADA. Em 2010 recebeu o prêmio FUNARTE de ocupação do teatro Cacilda Becker, com o projeto CIDADE HÍBRIDA e foi selecionada para a Mostra SESC Primeiros Passos-SP em 2011. Ainda em 2011, recebeu o Prêmio FADA- Fundo de Apoio à Dança e Prêmio KLAUSS VIANNA- Circulação nacional, ambos com o espetáculo Estéreos Tipos. Em 2012 recebeu mais dois prêmios FADA - um para montagem do novo espetáculo chamado “Moto Sensível”, que estreou em maio de 2013 no Espaço Sesc em Copacabana; e outro para realização da Arena Híbrida Festival de Hip Hop 8° Edição realizada em Novembro de 2012.

Ainda em 2012, sua companhia recebeu convite para integrar os seguintes festivais: Circuito SESC de Dança, Festival de Inverno SESC, III Circuito Vozes do Corpo- SP, Interlocuções Poéticas- SP, XXII Festival de Inverno de Garanhuns, Mostra X Tudo Cultural SESI (neste, como cia carioca que mais tem se destacado no cenário nacional), com seu espetáculo Estéreos Tipos.

Em 2013, A Companhia Híbrida fez sua primeira viagem internacional, dançando nas cidades de Saint Nazaire e La Baule, e ministrando oficinas nas cidades de Saint Nazaire, La baule, Mean Penhoet e Prezegat. Além, recebeu mais dois prêmios do I Fomento à Cultura Carioca, um para criação de nova obra, e outro para realização da 10º Arena Híbrida Festival de Hip Hop.

Diretor artístico da ARENA HÍBRIDA Festival de Hip Hop, que reúne batalha de b.boys, mostra coreográfica, mesa temática e oficinas de Dança de Rua. Este evento já teve nove edições, e já foi realizada com diferentes recursos: Edital de Apoio à Produção de Eventos da Secretaria de Estado de Cultura, através do prêmio FADA Fundo de Apoio à Dança 2011, Prêmio Funarte de Ocupação dos Espaços Cênicos, entre outros. Ê considerado um dos eventos mais importantes de Hip Hop do Rio de Janeiro.

Fundador e diretor do projeto “Arte é o Melhor Remédio”, existente desde 2007, realizado pela Companhia Híbrida Produções e patrocinado via Lei de Incentivo à Cultura desde 2012. Este projeto oferece a comunidade do bairro do Rio Comprido aulas gratuitas de Dança, teatro, formação de instrutores de dança, apresentação em hospitais e realização de eventos que democratizem o acesso à arte.

Coreógrafo do evento mundial MULTIDANÇA – Big Dance Rio, uma atividade associada ao projeto BIG DANCE UK, que acontece a cada dois anos no Reino Unido. Integrado às Olimpíadas Culturais e aos Jogos Paraolímpicos, o evento aconteceu simultaneamente em Londres, sede dos Jogos Olímpicos de 2012; Pequim, sede das Olimpíadas de 2008 e no Rio de Janeiro, palco do maior evento desportivo do planeta em 2016.
X