Sechs Tänze

  • Categoria: Coreografias
  • País: Holanda
  • Cidade: Amsterdã
  • Duração: 13
  • Grupos: Nederlands Dans Theatre Het Muziekttheater"
  • Autores: Jirí Kilyán

Conteúdo

Jirí Kylián (1947) nasceu em Praga, República Tcheca e começou a estudar dança aos nove anos na Escola de Ballet do Teatro Nacional de Praga, onde foi aluno de Zora Semberová. Posteriormente concluiu seus estudos no Royal Ballet School, em Londres. Em 1968, a convite de John Cranko passou a integrar o Sttutgart Ballet.

Como coreógrafo convidado do Nederlands Dans Theater (NDT), em Haia, Holanda, criou em 1973, Viewers e posteriormente Stoolgame (1974), Return to a Stange Land (1974) e La Cathédrale Engloutie (1975). Em 1975 foi convidado para assumir a co-direção do NDT e três anos depois se tornou diretor artístico da companhia, cargo que ocupou até 1999.

Nesse período coreografou 74 balés para o NTD. Entre suas principais montagens destacam-se Symphony of Psalms (1978), Stamping Ground (1983), Silent Cries (1986).

À frente da companhia foi responsável pela criação da Companhia Experimental Jovem NDT 2, que trabalha com bailarinos entre 17 e 22 anos e do NDT 3, grupo de bailarinos experientes com idade acima de 40 anos. Seu estilo enérgico e rigoroso tem fundamento na técnica clássica revisitadas de maneira contemporânea. Ê um coreógrafo profundamente ligado às estruturas musicais que escolhe para trabalhar.

Sinopse

Sechs Tänze, de Jirí Kylián é um trabalho que une dança e humor. O coreógrafo compôs seis peças aparentemente sem sentido que dialogam para protestar e fazer uma crítica aos valores vigentes à época em que as Sechs Deustsche Tänze KV 571, de Wolfgang Amadeus Mozart, foram compostas. A São Paulo Companhia de Dança é a primeira companhia no Brasil a dançar uma obra de Kylián.
X