Dança em Rede

Sonho de uma Noite de Verão

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Rússia
  • Cidade de origem: São Petersburgo
  • Ano de criação: 1876
  • Grupos de estreia: Imperial Ballet
  • Autores: Marius Petipa

Histórico

 

Roberta Marquez como Titânia, Steven McRae como Oberon e Enrique Ngbokota como Changeling Indian Boy, The Dream, de Frederick Ashton, Royal Ballet. Foto: Johan Persson | Divulgação

Sonho de uma Noite de Verão (1876) é um ballet fantástico de um ato, com coreografia de Marius Petipa (1818-1910) e música de Felix Mendelssohn (1809-1847) e Ludwig Minkus (1826-1917). A obra foi inspirada na peça Sonho de uma Noite de Verão (1595/1596), de William Shakespeare (1564-1616).

Sonho de uma Noite de Verão (1876) é, na verdade, quase uma remontagem. Marius Petipa (1818-1910) primeiro criou Titânia (1866), com música de Felix Mendelssohn (1809-1847), e dez anos depois usou a mesma música para criar essa obra. Depois dela, vieram dezenas de outras montagens, algumas delas são de Michel Fokine (1888-1942), em 1906; George Balanchine (1904-1983), em 1962; Frederick Ashton (1904-1988), em 1964, sob o título The Dream; John Neumeier, em 1977; Christopher Wheeldon, em 1997; Jorma Elo, em 2010; e Liam Scarlett, em 2015. As versões mais famosas e remontadas são as de George Balanchine (1904-1983) (New York City Ballet, Ópera de Paris, Mariinsky Ballet, Teatro alla Scala, Pacific Northwest Ballet, San Francisco Ballet, Miami City Ballet) e Frederick Ashton (1904-1988) (Royal Ballet, American Ballet Theatre, National Ballet of Canada, Dutch National Ballet, Royal Swedish Ballet, Joffrey Ballet, Semperoper Ballett). Inclusive, a obra de George Balanchine (1904-1983) se sobrepôs à de Marius Petipa (1818-1910) e hoje é vista como a referência desse ballet. Nenhuma dessas versões seguiu a coreografia de Marius Petipa (1818-1910). Em compensação, a música de Felix Mendelssohn (1809-1847) inspirada na peça Sonho de uma Noite de Verão (1595/1596), de William Shakespeare (1564-1616), e utilizada na primeira obra, em 1876, faz parte de todas elas. Sendo assim, por seguirem a mesma história e usarem a mesma música são vistas como inspiradas na obra original.

Sinopse

Uma história de amor, confusão e magia ambientada no mundo das fadas do Rei Oberon e da Rainha Titânia. O ballet é um grande divertissement de danças de borboletas, flores, gafanhotos e outros habitantes do mundo das fadas e elfos

 

SOBRE O CRIADOR DA OBRA

Marius Petipa (1818-1910) nasceu em Marselha, na França. Começou a dançar na infância e foi primeiro-bailarino do Ballet de Nantes e do Grand Théâtre, ambos na França, do Teatro del Circo, na Espanha, e do Imperial Ballet (Kirov Ballet/Mariinsky Ballet), na Rússia. Ele começou a coreografar ainda bailarino, na primeira companhia onde trabalhou, mas foi no Imperial Ballet que sua carreira cresceu e se consolidou. Petipa coreografou dezenas de ballets, algumas de suas criações mais famosas são A Filha do Faraó (1862), Dom Quixote (1869), La Bayadère (1877), O Lago dos Cisnes (1877), A Bela Adormecida (1890), O Quebra-Nozes (1892) e Raymonda (1898). Também remontou outros tantos ballets, os mais conhecidos são Giselle (1841), Esmeralda (1844), Paquita (1846), O corsário (1856) e Coppélia (1870). Além disso, também foi maître de ballet do Imperial Ballet. Faleceu em São Petersburgo, na Rússia.

 

 

 

Cássia Pires | Pesquisa SPCD

Videografia

Para TV

The Dream, de Frederick Ashton, com Anthony Dowell e Merle Park, Royal Ballet, 1978

Em VHS

A Midsummer Night’s Dream, de George Balanchine, com Suzanne Farrel, Edward Villella e Arthur Mitchell, New York City Ballet. Direção de Dan Eriksen, 1967

Em DVD

Dance in America apresenta The Dreamde Frederick Ashton, American Ballet Theatre, s.d.
A Midsummer Night’s Dream, de George Balanchine, Pacific Northwest Ballet, BBC, 1999
A Midsummer Night’s Dream, de George Balanchine, Teatro alla Scala, 2007
A Midsummer Night’s Dream, de George Balanchine, The Finnish National Ballet, 2017
Frederick Ashton: The Dream, Symphonic Variations, Marguerite and Armand, Royal Ballet, 2018
The Frederick Ashton Collection, vol.1, Royal Ballet, 2018

Na internet

Pas de deux de Titânia, Sonho de uma noite de verão, de George Balanchine, 1967
<https://www.youtube.com/watch?v=8RklpMa4AVY>

Trechos de Sonho de uma noite de verão, de George Balanchine, San Francisco Ballet, 2020
<https://www.youtube.com/watch?v=Hjn0s33ezoY>

Tiler Peck e Jared Angle em Divertissement pas de deux, Sonho de uma noite de verão, de George Balanchine, Vail Dance Festival, 2015
<https://www.youtube.com/watch?v=kyNwEg4EwKQ>

Pas de deux de Titânia e Oberon, The Dream, de Frederick Ashton, Joffrey Ballet, s.d.
<https://www.youtube.com/watch?v=8QyIieEV6L8>

Trailer, The Dream, de Frederick Ashton, Royal Ballet, 2018
<https://www.youtube.com/watch?v=TUKDE250aR0>

Ensaios de obras de Frederick Ashton, Royal Ballet, 2017
(O ensaio de The Dream começa em 54’50”)
<https://youtu.be/wBBQLP0iMw8?t=3290>

Links

Informações sobre Titânia, obra anterior a Sonho de uma noite de verão, na página The Marius Petipa Society
<https://petipasociety.com/titania/>

Informações sobre Sonho de uma noite de verão na página The Marius Petipa Society
<https://petipasociety.com/a-midsummer-nights-dream/>

Informações sobre Sonho de uma noite de verão na página The George Balanchine Trust
<https://www.balanchine.com/Ballet/A-Midsummer-Night’s-Dream>

Informações sobre The Dream na página The Frederick Ashton Foundation
<http://www.frederickashton.org.uk/dream.html>

X