Aurea Hammerli

  • Categoria: Profissionais da dança
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Campos dos Goytacazes
  • Atividade: Primeira Bailarina do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Conteúdo

Aurea Hammerli iniciou seus estudos na dança com Juliana Yanakieva, Bertha Rosanova, Eugenia Feodorova e também na Escola de Danças do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, atual Escola Estadual de Danças Maria Olenewa.

Aperfeiçoou-se posteriormente com Heloisa Vasconcellos, sendo convidada a prosseguir seus estudos em Nova York, na Harkness House for Ballet Arts.

Ingressou no American Ballet Theatre (ABT) com apenas 15 anos de idade. Nesta companhia, sob a direção de Lucia Chase e Mikhail Baryshnikov teve a oportunidade de trabalhar junto a grandes personalidades da dança como o próprio Baryshnikov, Rudolf Nureyev, Kenneth MacMillan, Antony Tudor, Jerome Robbins, Twyla Tharp, Alvin Ailey, dentre outros. Durante este período, atuou em quase todos os balés do repertório clássico, obtendo diversos elogios da crítica especializada.

Em 1980 ingressou por concurso no Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, recebeu através de Natália Makarova, um convite para integrar como solista na sua companhia em Nova York. Em 1981, escolhida por Marcia Haydée para dançar a estreia do balé “Romeu e Julieta”, com coreografia de John Cranko, ao lado de Richard Cragun (do Ballet de Stuttgart), recebe seu título de Primeira Bailarina.

Links

Página no site do Theatro Municipal do Rio de Janeiro:

Trabalhos

Em 1977, fez parte do filme The Turning Point", com grande elenco: Mikhail Baryshnikov, Leslie Browne, Antoinette Sibley, Alexandra Danilova, dentre outros.

No ano de 1982, ingressou no Ballet do Século XX,na Bélgica, do coreógrafo Maurice Béjart, onde destacou-se em “Bakti”, “La Fleur Enchantée”, “Romeu e Julieta”, “Ce que l’amour me dit”, além de “Dances Grecques” e “Dionysos”.

Três anos mais tarde, entrou para o Ballet de Hamburgo na Alemanha, sob a direção de John Neumeier. Nesta companhia destacou-se em papéis como “A Dama das Camélias”, “Moor’s Pavanne”, “Othelo”, revelando-se uma bailarina de grande dramaticidade cênica.

Com o Ballet de Hamburgo viajou em diversas tournées, com espetáculos nos principais teatros do mundo, como Metropolitan Opera House, Ópera de Paris, Scala de Milão, e Bunka Kaikan, no Japão.

Em 1988, retornou ao Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e ao seu posto de Primeira Bailarina.

Posteriormente, dirigiu por dez anos a Companhia de Ballet da Cidade de Niterói, no Rio de Janeiro.

Possui Graduação em Dança pela Univercidade do Rio de Janeiro.

Atualmente, é convidada para diversos festivais e concursos de dança no Brasil e exterior como professora, “coach” e jurada .

"
X