Dança em Rede

Cia. Mariana Muniz Teatro e Dança

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: SP
  • Ano de criação: 2000
  • Responsável: Mariana Muniz
  • Responsável cargo: Diretor

Histórico

A Cia. Mariana Muniz de teatro e dança foi criada no ano 2000. Desde então vem desenvolvendo trabalhos voltados para a pesquisa das relações entre palavra e movimento, e as conexões expressivas entre poesia e dança. Ao longo de sua trajetória, realizou trabalhos de teatro-dança, onde a poesia de artistas como Florbela Espanca - Dantea-, Ferreira Gullar – Túfuns - e Arnaldo Antunes – Rimas no Corpo- serviram de referência para o exercício de múltiplas qualidades de trânsito entre a palavra e o movimento e, cuja excelência, atesta os muitos prêmios recebidos.

A partir de 2007, com o incentivo da 2ª Lei de Fomento à Dança da SMC da cidade de São Paulo, a Companhia ampliou sua equipe de trabalho e deu início a um processo de investigação das redes de articulação entre artes plásticas e dança contemporânea, com referência no artista plástico brasileiro Hélio Oiticica. Deste mergulho no universo plástico nasceram três projetos-Parangolés, Nucleares e Penetráveis.

Em 2009, com Nucleares, ancorados pela ideia de “Experimentar o experimental”, a Cia. Mariana Muniz continua sua trajetória de pesquisa cênica, comprometida com o hibridismo de linguagens na arte, propondo-se aprofundar a exploração dos limites entre questões cênicas, coreográficas, dramatúrgicas, visuais e performáticas.

Em Nucleares" (2008/09) e "Parangolés" (2007/08), mais do que a criação de um produto cênico – com referência no trabalho do artista plástico brasileiro, Hélio Oiticica –, o que nos interessa é a discussão sobre as diferentes “tonalidades”, as corporeidades que podem surgir de uma liberdade de investigação que está na própria gênese da obra do artista carioca.

A companhia também faz incursões em trabalhos solos, como é o caso de "Speranza! Dona Esperança" que tem direção de José Possi Neto e também faz parte das estreias do ano de 2009. 2010, estreiaram "Po-éticas": uma releitura e recriação de três projetos de dança e teatro: Dantea, Túfuns e Rimas no Corpo

Bibliografia

GESTOS
"In-Corpo-R-Ações"
"Penetráveis"
"Po-éticas"
"Nucleares"
"Parangolés"

Trabalhos

solos realizados pela criadora e intérprete, desde os anos 90, apresentados, desde então, por todo país, a partir de apoios recebidos das mais diversas instituições culturais.

Em 2011, estreia de "Penetráveis" (2010/2011), com temporada na Galeria Vermelho e apresentação no Festival Sansacroma.
No ano de 2012, circula com o Projeto “Trilogia Hélio Oiticica” pela cidade de São Paulo e recebe apoio do PRoAC para criação de "GESTOS" e o suporte da FUNARTE para realização do projeto "In-Corpo-R-Ações".

Em 2013/14, circula com "GESTOS" e "In-Corpo-R-Ações" pela cidade de São Paulo com o apoio do XIV Edital de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo.
"
X