Dança em Rede

Coletivo O12

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País de origem: Brasil
  • UF de origem: SP
  • Cidade de origem: Votorantim
  • Responsável: Thiago Alixandre
  • Responsável cargo: Diretor
  • Contato: Thiago Alixandre
  • E-mail: contato@coletivoo12.com.br, o.doze@hotmail.com, contateodoze@gmail.com

Histórico

História

O Coletivo O¹² de dança contemporânea é um conjunto de sujeitos e seus desejos que se articulam através da dança para propagar seus pensamentos artísticos e tem como seus principais compromissos, a compreensão dos processos coletivos, o abrigo das particularidade dentro da coletividade, a busca pela qualidade e democratização da informação e fundamentalmente o entendimento de processos em torno de conquista e prática de autonomia em sistemas vivos. Ações que colaboram com o aumento do valor, respeito, afeto e amor são o norte para a difusão do desejos artísticos que sustentam a permanência do Coletivo O¹².

Thiago Alixandre é bailarino e cantor profissional, estudante de violão popular e piano erudito, produtor cultural, crítico de dança no Jornal Gazeta de Votorantim desde 2013, presidente do conselho municipal de cultura de Votorantim (2016/2020), professor de teoria e prática da dança, idealizador e coordenador da iniciativa Parque da Autonomia, idealizador e coordenador da Mostra Nacional Dança na Pedreira (2011, 2012, 2014 e 2016), graduado em Filosofia pela UNIMES e mestrando em Comunicação e semiótica pela PUC-SP orientado pela professora e crítica de dança Helena Katz. Co-fundador do grupo de dança contemporânea Coletivo O12 (2008).

Foi gestor cultural do Parque Ecológico do Matão de 2008 a 2017 na cidade de Votorantim. Iniciou seus estudos corporais em 1998 com as artes marciais e migrou para a dança em 2003 desenvolvendo seus trabalhos coreográficos desde então. Já participou de dezenas de espetáculos, trabalha como bailarino pesquisador, coreógrafo e diretor de espetáculos de música, dança e teatro.

 

Principais trabalhos

- Ao que se pretendem as partes (2019)
- IN-TRÓPICOS (2018)
- Quanto se dependem as partes (2016)
- Game Cênico: Experiência para plateias ativas (2014)
- Quando se desprende as partes (2008)

 

Bibliografia existente

DA CUNHA, Thiago Alixandre. Pelas epistemologias do desprendimento: a dança em coletividade como produtora de autonomia. Revista Científica/FAP, 2014.

DA CUNHA, Thiago Alixandre. CORPO APP NA ESCOLA: INADAPTABILIDADE DA PEDAGOGIA ANALÓGICA NO MUNDO DO SUJEITO ONLINE. Ágor@-Revista Acadêmica de Formação de Professores, v. 3, n. 4, 2017.

 

Bibliografia

(Igor Gasparini | Pesquisa SPCD)

Videografia

Ao que se pretendem as partes (2019)
https://youtu.be/53VHpt1M6Mg

IN-TRÓPICOS (2018)
https://www.youtube.com/watch?v=-ReZO7Ejy8U

Quando se desprendem as partes (2008)
https://www.youtube.com/watch?v=aV-EVUXejek

X