Companhia Folclórica do Rio- UFRJ

  • Categoria: Companhias Profissionais
  • País: Brasil
  • UF: RJ
  • Cidade: Rio de Janeiro
  • Ano: 1987
  • Responsável: Eleonora Gabriel
  • Responsável cargo: Diretor
  • Telefone: (21) 2562-6821
  • Endereco: Av. Carlos Chagas Filho, 540- Cidade Universitária
  • Bairro: Ilha do Fundão
  • E-mail: ciafolc@yahoo.com.br

Conteúdo

A COMPANHIA FOLCLÓRICA DO RIO-UFRJ foi fundada em 1987, pela professora Eleonora Gabriel, na Escola d­e Educação Física e Desportos (EEFD). Este projeto originou-se do Grupo de Danças Folclóricas da UFRJ, fundado pela professora Sonia Chemale, na década de 70. O grupo, que se caracterizava por realizar danças gaúchas, foi um importante espaço de formação de profissionais de educação física que passaram a inserir a cultura popular em suas práticas.

A Companhia é um grupo artístico, de pesquisa e de divulgação da cultura popular brasileira constituído por professores, funcionários e alunos de diversas unidades da UFRJ. Produz espetáculos de música, danças e folguedos brasileiros, promove atividades e eventos científicos e culturais, além de cursos de extensão e para a educação continuada. Sendo assim, a valorização do patrimônio imaterial se distribui em vários cursos de formação profissional da UFRJ e para o público em geral.


Ficha Técnica

Direção Geral
Eleonora Gabriel

Direção de Produção
Kátia Iunes

Direção Musical
Giovanni Padula

Dançantes
Alex Costa, Alexandre Carvalho, Aline Sousa, Bruno Damião, Carla Giglio, Carolina Accioly, Elaine Aristóteles, Eleonora Gabriel, Fernanda Veloso, Flávia Souza, Frank Wilson, Genilson Leite, Géssica Justino, Jacqueline Barbosa, jéssica Lima, Leonardo Amorim, Luan Gustavo, Márcia Cassaro, Mônica Luquett, Renato Barreto, Rita Alves, Roberto Barboza, Rodrigo Magalhães, Sebastião Lima, Tatiana Reis, Tuanny Carvalho e Viviane Brito.

Músicos
Gabriel Gabriel, Luciano Câmara, Maestro Leonardo Bruno, Paulino Dias, Renato Paquett, Rosane Nascimento e Thais Bezerra.

Equipe de Arte
Anne Beatrice, Chris Lopes, Cristiane da Silva, Flávio Bassan e Renata Viviane.

Equipe de Produção
João Cabral, Luiz Rocha e Mônica Ribeiro.

Videografia

25 anos da Cia Folclórica do Rio - UFRJ:
http://www.youtube.com/watch?v=DK1V-Ns7S8w

Espetáculo Tamborzada:
http://www.youtube.com/watch?v=8P5lpb1BkTA&feature=related

"

Trabalhos

O primeiro projeto idealizado pela professora Eleonora Gabriel na Companhia foi “Memória Cultural do Rio de Janeiro”; que consistiu na realização de pesquisas bibliográficas, de campo e de outros meios acerca de manifestações folclóricas do estado do Rio de Janeiro. Esta pesquisa levou à elaboração do espetáculo RioJaneirices.

As pesquisas realizadas pela Companhia são integradas ao universo de conhecimentos da UFRJ e transmitidas e multiplicadas através do ensino de graduação da EEFD, nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física, Bacharelado em Dança e curso de pós-graduação em Dança-Educação do Departamento de Arte Corporal. Além disso, as danças e folguedos populares integram o conteúdo programático de várias escolas da rede de ensino do Estado do Rio e o plano de ação de projetos sociais em que o grupo atua.

Cerca de 200 alunos, dos diversos cursos da UFRJ, passaram pelo projeto, atuando não apenas em dança e música, como também nas artes visuais e produção cultural. Nesse processo, está sendo formada uma nova geração de pesquisadores e amantes das culturas populares.

Integram repertório da Companhia, os espetáculos:

-Riojaneirices, acerca da cultura popular do Rio de Janeiro,
-Brasileirices, com várias manifestações brasileiras,
-Pelos mares da vida, sobre expressões tradicionais que vieram pelo mar,
-Natal Brasileiro, de reisados e pastoris nordestinos,
-Brasileirinho, sobre o folclore cotidiano e dentro da escola,
-Cem anos de frevo, sobre a história do frevo,
-Energia do Homem, coreografia para 723 pessoas de 13 danças populares brasileiras, na premiada abertura do PAN 2007
- Tamborzada, musical sobre a valorização dos batuques da cultura brasileira.

Em 2008 a cia. foi agraciada com o PRÊMIO MESTRE DUDA – 100 anos do Frevo, concedido pelo Ministério da Cultura-MinC, que seleciona por mérito grupos que atuam em projetos em prol das culturas populares.

A partir de reflexões sobre o papel da Universidade para a cultura popular, a Cia. ainda desenvolve: palestras e intervenções, além do Encontro com Mestres Populares na UFRJ; o Festival Folclorando; a Roda Cultural e o Ciclo de Cinema, Cultura e Identidade.
X