Dança em Rede

Legend

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Alemanha
  • Cidade de origem: Stuttgart
  • Duração: 10
  • Grupos de estreia: Stuttgart Ballet
  • Autores: John Cranko

Histórico

John Cranko (1927-1973) foi um dos mais representativos coreógrafos da Europa durante a década de 1960 por conseguir elevar o nível do balé alemão mediante a combinação de elementos clássicos e modernos. Nasceu na África do Sul e estudou na Cape Town University Ballet School. Em 1946 mudou-se para Londres, onde passou a integrar o Sadlera's Wells Theatre Ballet. Parou de dançar aos 23 anos e começou a coreografar. Tornou-se diretor do Sttutgart Ballet, em Sttutgart, Alemanha, em 1961. Entre suas principais peças destacam-se Romeu e Julieta (1962), Eugè ne Oneguin (1965), Présence (1968), A Megera Domada (1969), Brouillards (1970), e Traces (1973).

Sinopse

Ê um pas de deux neoclássico imortalizado por seus intérpretes, Márcia Haydée e Richard Cragun, que aborda o lirismo do amor entre um homem e uma mulher pela suavidade dos passos, pela confiança e entrega nos movimentos e pelo desafio da fusão dos corpos em tênues equilíbrios.

A coreografia de John Cranko (1927-1973) teve como inspiração a túnica da lendária bailarina Galina Ulanova (1910-1998) recebida por Richard Cragum e dada a Márcia Haydée. Ulanova iniciou sua carreira profissional no Kirov Ballet, em 1928, e de 1944 a 1962 e foi primeira bailarina no Ballet Bolshoi. Sua dança se tornou emblemática pela plástica dos movimentos, primorismo técnico, versatilidade e expressividade. A túnica utilizada por Ulanova foi o figurino usado por Márcia na estreia de Legend, em 29 de junho de 1972.

A música Legend, op. 17, utilizada por Cranko na coreografia foi composta, em 1859, pelo violonista polonês Henryk Wieniawski (1835-1880), como uma confissão de amor a sua futura esposa Isabel Hampton.
O filme The Turning Point (Momento de Decisão| 1977), dirigido por Herbert Ross, traz um trecho dessa coreografia. No Brasil, a São Paulo Companhia de Dança foi a primeira a apresentar a obra.
X