Dança em Rede

Petite Mort

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Brasil
  • Cidade de origem: São Paulo
  • Ano de criação: 2013
  • Duração: 17
  • Grupos de estreia: São Paulo Companhia de Dança
  • Autores: Jirí Kylián

Histórico

Jirí Kylián (1947) nasceu em Praga, República Tcheca e começou a estudar dança aos nove anos na Escola de Ballet do Teatro Nacional de Praga, onde foi aluno de Zora Semberová. Posteriormente concluiu seus estudos no Royal Ballet School, em Londres. Em 1968, a convite de John Cranko passou a integrar o Stuttgart Ballet. Como coreógrafo convidado do Nederlands Dans Theater (NDT), em Haia, Holanda, criou em 1973, Viewers e posteriormente Stoolgame (1974), Return to a Stange Land (1974) e La Cathédrale Engloutie (1975). Em 1975 foi convidado para assumir a co-direção do NDT e três anos depois se tornou diretor artístico da companhia, cargo que ocupou até 1999. Nesse período coreografou 74 balés para o NTD.

Links

http://spcd.com.br/remontagens.php


(Por SPCD|Pesquisa)" 69

Sinopse

Coreografia: Jirí Kylián
Assistente de coreografia: Patrick Delcroix
Músicas: Wolfgang Amadeus Mozart; Concerto para Piano em Lá Maior KV 488 (Adagio) e Concerto para Piano em Sol Maior KV 467 (Andante)
Cenografia: Jirí Kylián
Desenho de figurino: Joke Visser
Desenho de luz: Jirí Kylián (concepção), Joop Caboort (realização)
Supervisão técnica de luz e palco: Kees Tjebbes
Remontagem para a SPCD: Patrick Delcroix
Estreia mundial: 1991, Salzburgo
Estreia pela SPCD: 2013, São Paulo

Sobre dois concertos de Mozart para piano, a obra para seis homens e seis mulheres tem como tema principal o prazer e a duração desse momento, no qual somos lembrados de que a vida é relativamente curta e que a morte nunca está longe de nós; nesta peça bailarinos interagem com floretes enquanto a morte espreita a vida. Uma morte sempre acompanha a nossa vida, às vezes ela é pequena, às vezes grande. Mas é a companheira fiel que temos desde que nascemos, até o fim", fala Kylián."
X