Dança em Rede

As Canções Que Você Dançou Pra Mim

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Brasil
  • Cidade de origem: Rio de Janeiro
  • Ano de criação: 2011
  • Duração: 55
  • Grupos de estreia: Focus Companhia de Dança
  • Autores: Alex Neoral

Histórico

Links

Site da Focus Cia. de Dança

Sinopse

Embalada pelas mais belas canções de Roberto Carlos, a Focus Cia. de Dança traz o público de volta ao clima retrô da Jovem Guarda dos anos 60 e 70. A coreografia de Alex Neoral transmite todas as possíveis formas de amor através de uma movimentação simples e criativa, utilizando apenas cadeiras como objeto cênico. Os oito bailarinos, cada um de sua maneira, interagem diretamente com o público fazendo com que se crie ali na sala de espetáculo uma atmosfera íntima e a
conchegante.

Tudo remete ao rei: desde os figurinos em tons de azul até o jogar das rosas vermelhas no fim do espetáculo. Uma incrível colagem musical de 72 músicas interpretadas por Roberto Carlos é a linha condutora da movimentação dos bailarinos. “ Esqueça”, “ Amigo”, “ Jesus Cristo”, “Negro Gato” e “Olha” são apenas alguns exemplos dos sucessos do rei que além de dançados pelos bailarinos, são cantarolados pelo público empolgado com essas melodias tão familiares e que remetem a tantas recordações.

Um pas de deux dos bailarinos Marcio Jahú e Clarice Silva é o momento mais extasiante. Enquanto se beijam, por vários minutos, eles executam rolamentos, giros e pegadas sem que seus lábios se separem, em uma química perfeita. Os dois se entregam e se conectam de tal forma que parecem um só.

O espetáculo foi eleito pelo Jornal O Globo, como um dos 10 melhores espetáculos de 2011.
Em 2012, foi considerado pelo Guia da Folha de São Paulo, um dos três melhores, pela originalidade e simplicidade na opinião do júri especialista.
Além de várias cidades do Brasil inteiro, o espetáculo já foi apresentado em Portugal e no Estados Unidos.
Em Fevereiro de 2014, os bailarinos totalizarão 150 apresentações.

, “As Canções que você dançou pra mim” não é apenas um espetáculo de dança. Ê um registro vivo de que a arte é atemporal: agrada desde crianças até senhorinhas da terceira idade, que envolvidas pela trilha sonora e pela coreografia, embarcam no “Calhambeque” para viver muitas “Emoções”.

X