Dança em Rede

Le Conservatoire

  • Categoria: Coreografias
  • País de origem: Dinamarca
  • Ano de criação: 1849
  • Grupos de estreia: Royal Danish Ballet
  • Autores: Coreógrafo: August Bournonville

Histórico

Flemming Ryberg e corpo de baile, Le Conservatoire, Royal Danish Ballet. Foto: Divulgação

Flemming Ryberg e corpo de baile, Le Conservatoire, Royal Danish Ballet. Foto: Divulgação

Le Conservatoire, Ekaterinburg Ballet. Foto: Sergei Gutnik | Divulgação

Le Conservatoire, Ekaterinburg Ballet. Foto: Sergei Gutnik | Divulgação

Le Conservatoire, École de Danse de l'Opéra de Paris. Foto: Francette Levieux/OnP | Divulgação

Le Conservatoire, École de Danse de l'Opéra de Paris. Foto: Francette Levieux/OnP | Divulgação

Mini Biografia do Coreógrafo

August Bournonville (1805-1879) nasceu em Copenhague, na Dinamarca. Começou a dançar sob as orientações de seu pai, Antoine Bournonville, um dos grandes bailarinos da época. Depois de um período de estudos e apresentações em Paris, Londres e também em Copenhague, foi contratado como primeiro-bailarino e diretor do Royal Danish Ballet, companhia que dirigiu por quase 50 anos. Como coreógrafo, criou em torno de 50 obras e as mais conhecidas são Napoli (1842), Abdallah (1855), The Flower Festival in Genzano (1858) e sua versão de La Sylphide (1836). Também desenvolveu o Método Bournonville. Faleceu em Copenhague, na Dinamarca.

 

Principais remontagens

Le Conservatoire (1849) fez parte do repertório do Royal Danish Ballet de sua estreia até 1934, depois voltou em 1995. Mas em 1942, Harald Lander, então diretor do Royal Danish Ballet decidiu apresentar apenas a L'École de Danse (ou The Dancing School), correspondente ao primeiro ato, como um divertissement. Desde então, esse divertissement é visto como um perfeito exemplo do estilo Bournonville.
Em outras companhias, a obra foi remontada pela Ópera de Paris, State Ballet of Georgia e Ekaterinburg Ballet, porém, ela é comumente apresentada nas escolas de formação, como o Royal Danish Ballet School, École de Danse de l'Opéra de Paris, Dutch National Ballet Academy e Vaganova Ballet Academy.

Sinopse

Le Conservatoire (1849) é um ballet vaudeville em dois atos, com coreografia de August Bournonville (1805-1879) e música de Holger Simon Paulli (1810-1891). A inspiração veio da própria experiência do coreógrafo, que na década de 1820 estudou no Conservatório de Paris e foi aluno de Auguste Vestris (1760-1842).A história se passe em um conservatório de dança em Paris. Depois de uma aula de ballet clássico, o inspetor do conservatório, Monsieur Dufour, envia um anúncio matrimonial ao jornal, mas acaba se casando com sua governanta, Mademoiselle Bonjour. Por fim, os alunos se vestem de mulher para zombar do inspet

Bibliografia

nformações sobre Le Conservatoire na página Bournonville
<https://www.bournonville.com/bournonville21.html>

(Cássia Pires | Pesquisa SPCD)

 

Videografia

Trecho de Le Conservatoire, École de Danse de l'Opéra national de Paris, 2019
<https://www.youtube.com/watch?v=eREg3LbAEjs>

Ensaio de Le Conservatoire, State Ballet of Georgia, 2020
<https://www.youtube.com/watch?v=4OjNYkXLl6A>

Jeff Rogers fala sobre Le Conservatoire, The University of Utah, 2017
<https://vimeo.com/241228100>

X