Raymonda

  • Categoria: Coreografias
  • País: Rússia
  • Cidade: St. Petersburg
  • Ano: 1898
  • Duração: 150
  • Grupos: Imperial Ballet at the Imperial Mariinsky Theatre
  • Autores: Marius Petipa
  • Remontagens: Embora Raymonda seja uma das grandes relíquias do período clássico, são bem poucas as companhias que encenam a peça completa. Assim como acontece em Paquita, é muito mais comum vermos a encenação do Grand Pas Classique Húngaro do 3º Ato em galas.

    Montagens Completas:
    - The Bolshoi Ballet (coreografia e libreto revisado por Yuri Grigorovich)
    - The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet (coreografia de Marius Petipa, revisada por Konstantin Sergeyev).
    - Ópera de Paris (coreografia de Rudolf Nureyev)
    - Teatro Alla Scala (versão reconstruída por Sergey Vikharev)
    - New National Theatre Tokyo

    Suítes e Grand Pas Classique - 3º Ato
    - Les Ballets Trockadero de Monte Carlo (O Casamento de Raymonda - Uma versão bem humorada do Grand Pas Classique Húngaro)
    - Companhia Brasileira de Ballet (Versão Suíte)


    George Balanchine foi um grande admirador da obra de Glazunov, e em sua homenagem, criou três peças com base na partitura de Raymonda:
    - Pas de Dix, de 1955
    - Raymonda Variations, de 1961
    - Cortè ge Hongrois, de 1973

Conteúdo

Marius Petipa (1818-1910) criador de grande parte dos balés de repertorio como La Bayadè re, em 1877, A Bela Adormecida, em 1890, O Lago dos Cisnes, em 1895 e Raymonda, de 1898.
Marius Petipa é considerado um dos maiores nomes da dança clássica e o principal responsável pela criação da técnica de balé russo, conhecida hoje no mundo inteiro. Foi mestre de grandes bailarinos como Vaslav Nijinsky, Ana Pavlova e Michel Fokine. Durante sua carreira teve grandes colaboradores, como Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893).

Links

Informações catalogadas por:

Juliana Mel | Pesquisadora 62

Bibliografia

Videografia

Versões em DVD:

- The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet, 1980
Com Irina Kolpakova e Sergei Berezhnoi

- The Bolshoi Ballet, 1986
Com Ludmila Semenyaka e Irek Mukhamedov

- The Bolshoi Ballet, 1989
Com Natalya Bessmertnova e Yuri Vasyuchenko

- New National Theatre Tokyo, 2009
Com Svetlana Zakharova e Denis Matvienko

- Teatro Alla Scala, 2011
Com Olesya Novikova e Friedmann Vogel

- Les Ballets Trockadero de Monte Carlo - Vol. 02, 2001
O Casamento de Raymonda" (3º Ato)

- Dancer's Dream, Grandes Ballets de Rudolf Nureyev
Documentário sobre Raymonda de Nureyev, com a Ópera de Paris


Exibições no Cinema:

- The Bolshoi Ballet, 2012
Com Maria Alexandrova e Ruslan Skvortsov


Exibições apenas na TV Europeia:

- Ópera de Paris, 2008
Com Marie-Agnè s Gillot e José Martinez"

Sinopse

Foi a partir da fusão de duas culturas distintas, a Medieval e a Oriental, que nasceu o ballet Raymonda, uma história que se passa durante a 5ª Cruzada, chefiada pelo rei André II da Hungria.
Com libreto original escrito por Lydia Pashkova, o balé narra a história de uma jovem amada por dois homens, o cavaleiro Jean de Brienne, noivo da protagonista, e Abderakhman, um cavaleiro sarraceno que se apaixona perdidamente por ela.
Por não conter grandes emoções, o libreto não agradou muito Ivan Vsevolojsky, diretor do Teatro Imperial de St. Petersburg, e o mesmo tentou reescreve-lo juntamente com Marius Petipa. Segundo algumas anotações de Petipa que foram encontradas, Abderakhman levaria Raymonda a força para seu reino, situado na Espanha, e ela participaria desse ato utilizando trajes típicos. Petipa porém teve que renunciar e trabalhar com base no projeto original. A música do balé foi composta por Aleksandr Glazunov e sua estreia se deu no ano de 1898.

Contado em três atos, o ballet começa no palácio de Raymonda, onde estão sendo feitos os preparativos para sua festa de aniversário. A condessa Sybil de Daurice, tia de Raymonda, adentra no salão e mostra a todos cortesãos a estátua da Dama Branca, uma antepassada que castiga todos aqueles que não respeitam as tradições de sua família. Em seguida, o cavaleiro Jean de Brienne chega ao palácio para se despedir de Raymonda pois irá lutar nas Cruzadas. Ele promete a sua amada estar presente em sua festa.
Durante a noite, o fantasma da Dama Branca surge para Raymonda e ela é conduzida ao Reino Mágico da Fantasia, repleto de seres míticos, onde se encontra com Jean de Brienne e dançam alegremente por horas... Entretanto seu noivo repentinamente desaparece, dando lugar a um estranho cavaleiro oriental que faz a Raymonda uma apaixonada declaração de amor. Assustada, ela desfalece, acordando no dia seguinte com a impressão de que tudo aquilo poderia ser uma premonição.
No segundo ato acontece a festa de aniversário de Raymonda. Os convidados vão chegando ao palácio e Raymonda imediatamente nota a presença do cavaleiro sarraceno Abderakhman e sua enorme comitiva. Percebendo que se trata do cavaleiro de seu sonho, a moça fica assustada.
Abderakhman entretém a todos com danças típicas de sua terra e oferece a jovem poder e riquezas em troca de sua mão, porém a moça o repele. Enfurecido, ele toma a decisão de raptá-la. Nesse momento entram no palácio Jean de Brienne e os outros cavaleiros que voltaram das Cruzadas. Tendo conhecimento da situação, Jean inicia um duelo com seu rival, acabando vencedor, podendo dessa forma continuar feliz na companhia de sua amada.
O balé termina com o casamento de Raymonda e Jean de Brienne, que é comemorado com um grande baile húngaro.
X