Destaques na Mídia

  • Poder Inesgotável

    Sabine Rampe , Verkleinert/ Alemanha
    maio, 2018

    […] Sem dúvida, o verão fez uma estreia antecipada. No teatro da cidade o termômetro deve subir alguns graus a mais no momento. O que os bailarinos da companhia brasileira mostram é caracterizado por poder irreprimível e aparentemente inesgotável. No final, apenas o público continua a ser uma faixa sem fôlego. […] A São Paulo Companhia de Dança é jovem. Fundada há apenas dez anos, a trupe, liderada por Inês Bogéa, já fez nome. O repertório é extremamente diversificado, inclui obras clássicas e contemporâneas.


    Leia a íntegra em PDF
  • Aplausos frenéticos para a São Paulo Companhia de Dança

    Tina Brambrink , Ruhrfestspiele/ Alemanha
    maio, 2018

    OS BRASILEIROS COMBINAM SENSUALIDADE, TEMPERAMENTO E VIRTUOSIDADE
    O entusiasmo do público vem do fundo de seus corações e corta o silêncio no Ruhrfestspielhaus. Neste momento, a São Paulo Companhia de Dança encanta todo o salão. Esse cosmo de movimentos é altamente poético, espirituoso e poderoso, mas preciso, tecnicamente brilhante e surpreendente, que se deseja ter mais olhos para não perder nenhum dos magos do corpo no palco.
    […] 75 minutos de puro prazer. Linda – muito curta! Somente após vários minutos de aplausos, o público desaparece na agradável noite de primavera.


    Leia a íntegra em PDF
  • Com dedicação e temperamento inspirador

    Nicolaus Schimidt , BNN Mantel Kritik/ Alemanha
    abril, 2018

    […] No sul ensolarado, fazendo malabarismos com melancias e garrafões, os camponeses se alegram, Kitri realiza seus fouettés quando passa pelos toureiros, enquanto Basílio flerta com as garotas. A Companhia mostra bailarinos expressivos, entre eles o alto Joca Antunes dá a Dom Quixote uma elegância antiquada poética e afugenta todos os adversários, e Bruno Veloso, o homem de pequenos passos, um virtuoso bailarino que interpreta Sancho Panza. Destaque também para André Grippi e Geivison Moreira como os dois toureiros, Diego de Paula como o viril líder sensual dos Ciganos, Luiza Yuk como Dulcinea, Daniel Reca como o jovem Gamacho. Thamiris Prata, como Kitri representando muito bem a dança acadêmica. No geral, um triunfo do conjunto.


    Leia a íntegra em PDF
  • A São Paulo Companhia de Dança seduziu no Linz Posthof

    MC , Kronen Zeitung/ Áustria
    abril, 2018

    No sábado, a São Paulo Companhia de Dança apresentou-se com três diferentes coreografias no TanzTagen no Linz Posthof. A plateia local foi eletrificada e agradeceu ao aclamado grupo de dança latino-americano com aplausos intermináveis. […] A São Paulo Companhia de Dança não deixou nada a desejar: Gen, de Cassi Abranches, tinha uma nota feminina e balançante e exigiu do conjunto o mais alto nível. Com Gnawa, de Nacho Duato, a companhia finalmente desencadeou um entusiasmo flamejante!


    Leia a íntegra em PDF
  • Quando as pernas com linhas perfeitas encontram quadris balançantes

    Kasch , Nachrichten/ Áustria
    abril, 2018

    Repetidamente o público chamava os bailarinos de volta ao palco com seus aplausos e batidas de pés no chão, já antes do intervalo e mais ainda no fim de uma hora e meia de apresentação com a São Paulo Companhia de Dança, que deixou todos sem palavras.
    […] Tão perfeitos, precisos e ao mesmo tempo rápidos são os movimentos que o olho quase não consegue acompanhar. Tão suaves, delicados e ao mesmo tempo fortes são os bailarinos, tão incrível a experiência como um todo, que tira o fôlego e fica difícil resumir em palavras. Pura dança, do mais alto nível. ”[…] Uma noite fascinante, onde o melhor é simplesmente deixar-se levar, para deleitar-se maravilhado.[…]


    Leia a íntegra em PDF
  • São Paulo na Vanguarda

    Da edição , Madame Figaro/ França
    abril, 2018

    A dança brasileira não se resume necessariamente em samba e carnaval, a São Paulo Companhia de Dança fez vibrar a Casa da Dança de Lyon, com a direção de Inês Bogéa, ex-bailarina do Grupo Corpo, que agora representa e guia essa jovem companhia que, com talento e energia, começa a competir com os maiores grupos internacionais.
    Técnica perfeita conquistada no treinamento clássico, juntamente com uma bela sensibilidade de interpretação, que se presta perfeitamente à apresentação de coreógrafos como o alemão Marco Goecke e seu sensível (Peekaboo) para oito bailarinos, ou Uwe Scholz que, em com música de Rachmaninov, é inspirada pelas pinturas de Kandinsky para um trabalho de bela elegância pictórica.


    Leia a íntegra em PDF
  • Feliz Leverkusen

    Günter Pick , Tanznetz/ Alemanha
    fevereiro, 2018

    Desta série foi vista a Companhia de Dança de São Paulo, que poderia também ser chamada de NDT brasileira. Não só porque todos os coreógrafos do programa também trabalharam para a NDT, mas porque os dançarinos dançam no mesmo nível elevado. Billy Forsythe não escreveu a sua obra prima In the Middle, Somewhat Elevated, que a Companhia mostrou durante a sua apresentação, nem para o seu grupo de dança de Frankfurt, nem para a NDT, mas para os artistas do balé da Ópera de Paris. No entanto, São Paulo não tem do que se envergonhar e se houvesse um campeonato de grupos de dançarinos (Deus nos livre de algo desse tipo), eles poderiam ocupar seu lugar no pódio como grupo puramente brasileiro.


    Leia a íntegra em PDF
  • Começam as comemorações dos 10 anos da São Paulo Companhia de Dança

    Tárcisio Cunha , Agenda da Dança/ São Paulo-SP
    janeiro, 2018

    Nos últimos anos o Brasil sofreu, e ainda sofre muito quando o assunto é manter uma companhia de dança. Muitas foram as vezes que vimos uma companhia ou outra a ponto de findar suas atividades devido à falta de investimento por parte de patrocinadores e/ou governo (de quem ainda se depende muito). Mas as lutas para se manter de pé continuam e grandes nomes da dança brasileira brilham nos palcos nacionais e internacionais.
    É neste cenário que, há 10 anos, o Governo do Estado de São Paulo criou uma companhia de dança voltada tanto para o público clássico quanto o contemporâneo. Dirigida por Inês Bogéa – doutora em artes, bailarina, escritora, professora de Arte Educação: Teoria e Prática na USP, bailarina do Grupo Corpo por 12 anos-, que sabe como ninguém entender seu público, e fez da São Paulo Companhia de Dança uma das mais sólidas companhias no cenário mundial da dança.


    Leia a íntegra em PDF
  • Vivaldi de cabeça para baixo

    Eva Maria Magel , Spielzeit/ Alemanha
    abril, 2017

    […] O primeiro desafio é assistir à interpretação de cinquenta minutos de Vivaldi criada pelo fundador de La La La Human Steps, Édouard Lock. Sua técnica fria é executada com facilidade pela Companhia brasileira de altíssimo desempenho.


    Leia a íntegra em PDF
  • Espetacular Dança Brasileira em comemoração ao coreógrafo Jirí Kylián

    Ori J. Lenskinki , The Jerusalém Post/ Jerusalém
    março, 2017

    Os bailarinos da companhia são primeiramente bailarinos de balé clássico, mas também recebem treinamento e capacitação do balé contemporâneo. Tudo é executado de forma primorosa: os dançarinos possuem uma técnica excelente, movimentos alongados e esplendorosos, e precisão nos mínimos detalhes, criando assim uma obra maravilhosa de pura limpidez. Quando encontramos bailarinos como esses, juntamente com Kylián, o resultado é maravilhoso. […] É um excelente programa da companhia com uma coreografia primorosa e atual, e de alto nível de execução.


    Leia a íntegra em PDF
  • Elegância e muita energia

    Dietholf Zerweck , Ludwigsburg Kreiszeitung/ Alemanha
    março, 2017

    A Companhia, criada há quase 10 anos pela Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, exibe e o seu carisma e originalidade em Ludwigsburg, encantando a todos com suas coreografias.


    Leia a íntegra em PDF
  • Dança de ponta em alta velocidade

    Natacha Olbrich , Allgemeine Zeitung/ Alemanha
    março, 2017

    Realmente os 14 bailarinos e bailarinas da São Paulo Companhia de Dança são imbatíveis no quesito energia, temperamento e paixão. Isto é proveniente de sua origem latino-americana, ou do dom da diretora artística, Inês Bogéa, de escolher seu conjunto […] ou talvez seja a combinação de ambos. Mas, também, é preciso elogiar os três coreógrafos presentes nesta noite, que extraíram o melhor destes bailarinos.
    […] O ponto alto da noite é a terceira e última coreografia, desta vez criada por um espanhol: Nacho Duato apresenta ao auditório em Mainz sua obra Gnawa. […] Os movimentos dos bailarinos são suaves, harmoniosos e fluentes, a coreografia e o cenário possuem características bem agradáveis – os trinta minutos de duração da peça passam voando. Novamente: aplausos intermináveis, o público ovacionou de pé, pediram bis, e o diretor do festival ficou muito satisfeito, pois manteve a sua promessa.


    Leia a íntegra em PDF
  • Repertório variado com muita expressão

    Von Robin Daniel , Stadt Ludwingsburg/ Alemanha
    março, 2017

    Dança criativa, trocas rápidas e lentas, às vezes movimentos sóbrios, além da dança de salão. Alguns elementos em destaque são: a mistura de repertórios da São Paulo Companhia de Dança (SPCD), criada em 2008, mescla técnicas neoclássicas e criações novas de coreógrafos sul-americanos. Uma combinação quente, e ao mesmo tempo com uma identidade bem particular. Mais uma característica destes jovens, integrantes desse grupo de dança conhecido internacionalmente, vindo da maior metrópole do mundo: não há astros nem estrelismo. […] em The Seasons, uma criação assinada pelo canadense Édouard Lock […] a dança, a música, o cenário e a projeção de luz, fascinam os espectadores imediatamente. Os bailarinos se movem rapidamente em movimentos intensos de tirar o fôlego, em um vocabulário extremante dinâmico.


    Leia a íntegra em PDF
  • SP Cia de Dança faz nove anos ao som de “Sampa” e “Trem das Onze”

    Maria Luísa Barsanelli , Folha de São Paulo/ São Paulo-SP
    janeiro, 2017

    A companhia, que nos seus nove anos de história mesclou criações clássicas e contemporâneas, também colocou há um mês na internet os vídeos da série Figuras da Dança – eles estão disponíveis no site spcd.com.br/figuras_da_danca.php. […]


    Leia a íntegra em PDF
  • Crítica 25º festival de dança do triângulo: refinamento de gosto e repertórios

    Carlos Santos , Portal Uberlândia/ Uberlândia-MG
    novembro, 2016

    Coube a São Paulo Companhia de Dança fazer em grande estilo o encerramento da 25° edição do Festival do Triângulo, na terça-feira à noite. […]
    A possiblidade de assistir a espetáculos como o da noite de encerramento fortalece a diversificação de repertórios para o público de dança de Uberlândia, amplia olhares dos criadores de dança locais, propondo novos patamares para as criações coreográficas no sentido da qualificação e refinamento do processo criativo.
    É significativa, também, a determinação da São Paulo Companhia de Dança em produzir remontagens de obras fundamentais da história da dança. Assim, oferece ao público e à cena brasileira um leque de opções artísticas que revisitam montagens já estabelecidas e ao mesmo tempo, dá a oportunidade a novos coreógrafos brasileiros para exercitar suas ideias, pensamentos e conceitos artísticos, trazendo ainda à cena brasileira importantes criadores internacionais.


    Leia a íntegra em PDF
  • A beleza do clássico

    Celia Musilli , Folha de Londrina/ Brasil
    outubro, 2016

    […] O último espetáculo da noite – o grande pas de deux de O Corsário – trouxe à cidade bailarinos da São Paulo Companhia de Dança: Thamiris Prata e Yoshi Suzuki, dirigidos por Inês Bogéa. […] [Suzuki] foi vibrante e com técnica exímia. Com a sua presença arrebatou o público e também foi várias vezes aplaudido em cena aberta. Thamiris Prata fez com ele um belo pas de deux, ela é do tipo sorridente, graciosa em seu virtuosismo, e compôs com Suzuki um dos momentos mais bonitos desta edição do Festival de Dança [de Londrina] […]


    Leia a íntegra em PDF
  • São Paulo Companhia de Dança encerra turnê por quatro países, em Nova York

    Juliana Ravelli , O Estado de São Paulo/ São Paulo-SP
    maio, 2016

    […] Habituado em assumir a arte em público, nova-iorquino é exigente. Mas o que se viu na estreia foi uma plateia receptiva e animada, que lotou os 472 lugares do teatro. E ali, longe do Brasil, percebemos que os artistas brasileiros têm sim, carisma e um jeito singular de se movimentar. A crítica internacional ressaltou ainda o fato de a companhia ser jovem (criada em 2008), além da versatilidade, qualidade técnica e sensualidade natural dos brasileiros. […]


    Leia a íntegra em PDF
  • The Seasons/ Gnawa

    Da redação , Mairie Du 8/ Lyon
    abril, 2016

    Em sua primeira vez em Lyon, a brasileira São Paulo Companhia de Dança devora o palco com um programa charmoso e fascinante.
    A prestigiosa São Paulo Companhia de Dança tem um repertório rico de obras de grandes personalidades do mundo da dança, algumas delas criadas especialmente para a companhia. Em sua primeira apresentação em Lyon os bailarinos interrogam sublimemente a história e os códigos da dança clássica em seu programa. […] Em ambas as coreografias, os bailarinos mostram qualidades técnicas impressionantes a serviço de uma real sensibilidade artística.


    Leia a íntegra em PDF
  • Brasil em movimento

    Evelyn Klöti , Der Landbote/ Suíça
    abril, 2016

    Brasil está em movimento – e como! A prova é a São Paulo Companhia de Dança e seu desempenho durante o Steps Festival no teatro de Winterthur.
    A colorida noite brasileira termina com Gnawa (2005), obra de destaque do espanhol Nacho Duato, sob fortes aplausos. […] Transe sob controle para os 14 bailarinos apresentarem virtuosismo na dança contemporânea com uma imensa e indispensável técnica clássica, imersos em luz de velas.


    Leia a íntegra em PDF
  • Um milímetro de feitiço

    Florence Luy , La Gruyère/ Suíça
    abril, 2016

    […] Pela primeira vez na Suíça para participar do Festival de Dança Steps, a São Paulo Companhia de Dança deixará, sem dúvida alguma, uma memória que ficará por muito tempo na cabeça daqueles que viram seu espetáculo.
    Fundada em 2008, já está entre as grandes companhias de dança da América Latina, com um alto nível de reconhecimento mundial.
    […] Os bailarinos da São Paulo Companhia de Dança provam que conseguem fazer um espetáculo que é um estouro […]


    Leia a íntegra em PDF
X